Acompanhe:

O comércio exterior da China tem mostrado resiliência. Os dados da Administração Geral das Alfândegas divulgados na última terça-feira, 7, mostram que as taxas de crescimento nos primeiros 10 meses acumulados do comércio de importação e exportação chinês do mês de outubro se tornaram positivas.

As taxas de crescimento acumuladas dos primeiros oito meses e os três primeiros trimestres que passaram por um declínio de 0,1% e 0,2% em comparação com os mesmos períodos do ano passado, para um crescimento de 0,03%. O crescimento mensal de outubro deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado foi de 0,9%.

Segundo os dados mais recentes, alguns fatores apoiaram a recuperação do comércio exterior. Em primeiro lugar, a operação econômica da China continuou a se recuperar e a promover a expansão da demanda de importação. Nos primeiros 10 meses deste ano, a importação em valores do comércio exterior da China somou um total de RMB 14,77 trilhões. A taxa de declínio diminuiu para 0,5%, o que é impulsionado por importação de alguns produtos agrícolas importados e bens de consumo. A taxa de crescimento das importações em outubro passou de negativa para positiva, um crescimento de 7,3 pontos percentuais em comparação com setembro deste ano e 6,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Em segundo lugar, nos primeiros 10 meses, a escala combinada de importação e exportação das três províncias nordestinas da China ultrapassou RMB 1 trilhão pela primeira vez no mesmo período da história, com uma taxa de crescimento maior do que a média da China

Do ponto de vista do potencial de mercado, a China continuou a expandir a escala do comércio exterior com os mercados emergentes, e a abertura do mercado internacional com estreita cooperação regional e comércio diversificado continua a ser otimizado.

Nos primeiros 10 meses, as importações e exportações da China com os países que aderiram a iniciativa de Cinturão e Rota foram de RMB 15,96 trilhões, um aumento de 3,2% em relação ao ano anterior, representando 46,5% do comércio exterior da China. Entre eles, a importação e a exportação para a ASEAN (Associação das Nações do Sudeste Asiático), os países da Europa Central e Oriental e os cinco países da Ásia Central aumentaram 0,9%, 2,7% e 34,8%, respectivamente, compensando efetivamente o impacto da falta de demanda do mercado tradicional.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Os canais de Suez e do Panamá estão na mínima histórica de comércio. Como isso afeta o mundo?
Mundo

Os canais de Suez e do Panamá estão na mínima histórica de comércio. Como isso afeta o mundo?

Há 16 horas

Startup chinesa Nio se une à China Southern Power Grid para construir rede de troca de bateria
Tecnologia

Startup chinesa Nio se une à China Southern Power Grid para construir rede de troca de bateria

Há um dia

China lança projeto para a construção de mais de cem baías
Mundo

China lança projeto para a construção de mais de cem baías

Há um dia

China expande alcance da lei de segredos de estado
Mundo

China expande alcance da lei de segredos de estado

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais