Mundo

China relata mais um surto de gripe suína africana

A epidemia fez as exportações de carne suína brasileiras avançarem nos últimos meses, beneficiando frigoríficos como JBS, Marfrig e BRF

 (Getty Images/Divulgação)

(Getty Images/Divulgação)

R

Reuters

Publicado em 13 de outubro de 2019 às 16h03.

PEQUIM - A China informou neste domingo outro resultado positivo de gripe suína africana, na província de Gansu, no noroeste do país, segundo informações do Ministério da Agricultura e Agricultura Rural.

O vírus, que é fatal para suínos mas não é contagioso para humanos, reduziu a produção de carne de porco desde que a doença foi detectada pela primeira vez, em agosto do ano passado.

O último surto ocorreu em uma cooperativa na cidade de Dingxi de Gansu, onde morreram 265 de 287 porcos infectados.

A China já relatou surtos em todas as suas províncias. De acordo com o ministério, todos os porcos infectados na cooperativa foram sacrificados e o local, desinfetado.

A epidemia fez as exportações de carne suína brasileiras avançarem nos últimos meses, beneficiando frigoríficos como JBS, Marfrig e BRF.

(Reportagem de Yawen Chen e Hallie Gu en Pekín)

Acompanhe tudo sobre:AgropecuáriaChinaFrigoríficosGripes

Mais de Mundo

Campanha presidencial mexicana chega ao fim com duas candidatas na disputa

Temperatura na capital da Índia bate recorde e supera 50ºC

Telescópio europeu Euclides descobre novos "planetas órfãos"

 Com eleições marcadas para hoje, partido de Mandela pode perder maioria pela primeira vez em 30 anos

Mais na Exame