Acompanhe:

China amplia lockdowns, com novo recorde diário de casos de covid-19

Residentes de oito distritos de Zhengzhou, totalizando 6,6 milhões de habitantes, foram orientados a não sair de casa por cinco dias

Modo escuro

Continua após a publicidade
Em toda a China, o número de novos casos notificados nas últimas 24 horas chegou a 31.444 (AFP/AFP)

Em toda a China, o número de novos casos notificados nas últimas 24 horas chegou a 31.444 (AFP/AFP)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 24 de novembro de 2022 às, 11h17.

A China está ampliando os lockdowns contra a covid-19, inclusive em uma cidade central onde trabalhadores entraram em conflito com a polícia nesta semana, à medida que o número de casos da doença atingiu novo recorde diário.

Residentes de oito distritos de Zhengzhou, totalizando 6,6 milhões de habitantes, foram orientados a não sair de casa por cinco dias, a partir desta quinta-feira, 24, exceto para comprar alimentos ou buscar tratamento médico. Testes em massa foram iniciados na cidade, como parte de uma estratégia que a administração local descreveu como "guerra de aniquilação" contra o coronavírus.

LEIA TAMBÉM: China ordena bloqueio anti-covid em cidade após protestos violentos em fábrica de iPhones; entenda

Durante confrontos na terça e na quarta-feira, a polícia de Zhengzhou espancou trabalhadores durante protestos por questões salariais na maior fábrica chinesa de iPhones, da Apple.

Em toda a China, o número de novos casos notificados nas últimas 24 horas chegou a 31.444, segundo informou nesta quinta a Comissão Nacional de Saúde. Trata-se do maior número diário desde que o coronavírus foi detectado pela primeira vez no país, na cidade de Wuhan, no fim de 2019.

A média diária de casos está subindo de forma constante. Nos últimos dias, autoridades relataram as primeiras mortes por covid-19 em seis meses, que trouxeram o total acumulado de óbitos para 5.232.

Embora os números de casos e mortes sejam relativamente baixos em relação aos dos EUA e de outros países, o Partido Comunista da China segue comprometido à sua severa política de "covid zero", que tem objetivo de isolar cada caso da doença e eliminar o vírus por completo.

LEIA TAMBÉM:

Últimas Notícias

Ver mais
Incêndio devora edifício residencial em Valência, na Espanha, e deixa 13 feridos
Mundo

Incêndio devora edifício residencial em Valência, na Espanha, e deixa 13 feridos

Há 4 horas

França diz que forças russas ameaçaram abater aviões franceses em zona internacional
Mundo

França diz que forças russas ameaçaram abater aviões franceses em zona internacional

Há 5 horas

Mãe de Navalni diz que Rússia a pressiona por funeral secreto de seu filho
Mundo

Mãe de Navalni diz que Rússia a pressiona por funeral secreto de seu filho

Há 6 horas

Rússia anuncia novas conquistas territoriais na Ucrânia após dois anos de ofensiva
Mundo

Rússia anuncia novas conquistas territoriais na Ucrânia após dois anos de ofensiva

Há 8 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais