Mundo

Apoio a governo japonês cai com discussão sobre alta de imposto

Tóquio - O apoio popular ao governo do novo primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, diminuiu antes das eleições do mês que vem, com os eleitores divididos sobre o pedido do premiê para discutir uma futura alta nos impostos, mostraram pesquisas nesta segunda-feira. Mas o governista Partido Democrático, que assumiu o poder do Japão no ano passado, manteve […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 21 de junho de 2010 às 07h54.

Tóquio - O apoio popular ao governo do novo primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, diminuiu antes das eleições do mês que vem, com os eleitores divididos sobre o pedido do premiê para discutir uma futura alta nos impostos, mostraram pesquisas nesta segunda-feira.

Mas o governista Partido Democrático, que assumiu o poder do Japão no ano passado, manteve a liderança em relação ao seu principal adversário de oposição antes das eleições à Câmara Alta do Parlamento em 11 de julho, que o governo precisa ganhar para evitar obstruções políticas.

Kan, que fez da reforma fiscal sua prioridade desde que foi empossado neste mês, surpreendeu a opinião pública na semana passada ao dizer que dobrar o imposto de 5 por cento sobre vendas é uma opção para controlar a enorme dívida pública japonesa e evitar uma crise como a grega.

Uma pesquisa do jornal Asahi mostrou que o apoio ao governo de Kan caiu para 50 por cento, de 59 por cento em uma pesquisa conduzida há uma semana. O jornal citou o aumento da oposição ao governo entre aqueles que não são favoráveis ao aumento de impostos.

Outra pesquisa pelo jornal Yomiuri mostrou que a popularidade do governo caiu para 55 por cento, de 59 por cento há uma semana.

Porém, 48 por cento dos eleitores apoiavam a possível duplicação do imposto sobre vendas no futuro, contra 44 por cento que não apoiam a medida, mostrou a pesquisa Yomiuri.

Leia mais notícias sobre o Japão

Acompanhe tudo sobre:ÁsiaImpostosJapãoLeãoPaíses ricosTaxas

Mais de Mundo

Grécia vai construir a maior 'cidade inteligente' da Europa, com casas de luxo e IA no controle

Seis mortos na Nova Caledônia, onde Exército tenta retomar controle do território

Guerra nas estrelas? EUA ampliam investimentos para conter ameaças em órbita

Reguladores e setor bancário dos EUA devem focar em riscos essenciais, diz diretora do Fed

Mais na Exame