Acompanhe:

Agência de Energia Atômica alerta que Irã "não é transparente" em relação a programa atômico

Desde o colapso do acordo nuclear de 2015 do Irã com potências mundiais, Teerã tem buscado o enriquecimento nuclear quase compatíveis com produção de armas

Modo escuro

Continua após a publicidade
Grossi, que falou durante a Cúpula Mundial de Governos, em Dubai referiu-se a comentários feitos no fim de semana por Ali Akbar Salehi (Thomas Kronsteiner/Getty Images)

Grossi, que falou durante a Cúpula Mundial de Governos, em Dubai referiu-se a comentários feitos no fim de semana por Ali Akbar Salehi (Thomas Kronsteiner/Getty Images)

O diretor da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Rafael Mariano Grossi, alertou nesta terça-feira que o Irã "não é totalmente transparente" em relação a seu programa atômico, particularmente depois de um ex-líder do programa anunciar que Teerã tem "em mãos" todas as peças para produzir armas nucleares.

Grossi, que falou durante a Cúpula Mundial de Governos, em Dubai referiu-se a comentários feitos no fim de semana por Ali Akbar Salehi. O chefe da AIEA apontou "um acúmulo de complexidades" no Oriente Médio em meio à guerra de Israel contra o grupo extremista Hamas na Faixa de Gaza.

Desde o colapso do acordo nuclear de 2015 do Irã com potências mundiais, Teerã tem buscado o enriquecimento nuclear em níveis ligeiramente abaixo dos compatíveis com produção de armas. O Irã acumulou urânio enriquecido suficiente para construir várias armas, se assim decidir. Agências de inteligência dos EUA e outras, porém, avaliam que o Irã ainda não deu início a um programa de armas. Existem suspeitas de que Israel tenha seu próprio programa de armas nucleares.

Segundo Grossi, o Irã "apresenta uma face que não é totalmente transparente no que diz respeito às suas atividades nucleares".

"Há cada vez mais rumores soltos sobre armas nucleares, inclusive no Irã recentemente. Um funcionário de muito alto escalão disse 'que temos tudo, está desmontado'", afirmou Grossi. "Bem, por favor, deixe-me saber o que vocês têm", acrescentou.

Como signatário do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares (TNP), o Irã se comprometeu a permitir que a AIEA visite suas instalações atômicas para comprovar que seu programa tem fins pacíficos. Teerã também concordou com supervisões adicionais da AIEA, como parte do acordo nuclear de 2015.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Bolsas da Europa fecham mistas, com repercussão de perspectivas para Irã e Israel
seloMercados

Bolsas da Europa fecham mistas, com repercussão de perspectivas para Irã e Israel

Há 8 horas

Kristalina Georgieva assume como diretora do FMI pela segunda vez
Mundo

Kristalina Georgieva assume como diretora do FMI pela segunda vez

Há 3 dias

Espanha, Irlanda e Noruega estão dispostas a reconhecer o Estado palestino
Mundo

Espanha, Irlanda e Noruega estão dispostas a reconhecer o Estado palestino

Há 3 dias

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras
seloMercados

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais