Preços de imóveis residenciais sobem em julho; confira médias das capitais

Aumentos em Curitiba, Vitória e Maceió se destacaram entre 16 capitais no mês, segundo o índice FipeZap
Imóveis: índice acompanha os preços de venda de imóveis residenciais em 50 cidades brasileiras (Filipe Frazão/Istockphoto/Getty Images)
Imóveis: índice acompanha os preços de venda de imóveis residenciais em 50 cidades brasileiras (Filipe Frazão/Istockphoto/Getty Images)
T
Thais CancianPublicado em 02/08/2022 às 06:00.

O preço médio dos imóveis residenciais no Brasil subiu 0,52% em julho, segundo o índice FipeZap. A variação ficou acima da inflação registrada no período pelo IPCA/IBGE (0,13%) e pelo IGP-M (0,21%).

O índice acompanha o comportamento dos preços de venda de imóveis residenciais em 50 cidades brasileiras. Entre elas, 45 apresentaram elevação nos preços de venda. Considerando as 16 capitais acompanhadas pelo índice, todas registraram elevação nos preços, com destaque para Curitiba (1,92%), Vitória (1,90%), Maceió (1,40%), Goiânia (1,37%) e Salvador (1,18%).

Gostaria de aprender a investir em fundos imobiliários? Acesse aqui o curso gratuito da EXAME Academy em parceria com a B3

Nos últimos 12 meses, o índice registra alta acumulada de 5,97%, variação inferior à inflação medida pelo IPCA/IBGE (10,97%) e pelo IGP-M (10,08%).

Entre as 16 capitais monitoradas, os maiores avanços de preço nos últimos 12 meses foram registrados em Vitória (21,94%), Goiânia (20,25%), Curitiba (16,70%), Maceió (15,30%) e Florianópolis (13,42%).

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia