Caixa diminui desconto no financiamento de imóveis. Veja a nova taxa

Novo desconto para crédito com recursos da poupança passou a vigorar este mês
Taxa mínima e máxima do banco, contudo, seguem inalteradas (Pilar Olivares/Reuters)
Taxa mínima e máxima do banco, contudo, seguem inalteradas (Pilar Olivares/Reuters)
Marília Almeida
Marília AlmeidaPublicado em 04/02/2022 às 12:41.

Já está em vigor um desconto menor de juros do financiamento de imóveis na linha com recursos da poupança (SBPE) da Caixa.

A taxa da linha de crédito, restrita aos clientes que têm relacionamento financeiro com o banco e contratam um determinado pacote de serviços (a Caixa não divulga qual), passa dos atuais 8,3% ao ano para 8,7% ao ano, acrescida da TR.

Gostaria de aprender a investir em fundos imobiliários? Acesse aqui o curso gratuito da EXAME Academy em parceria com a B3

A taxa mínima para financiamento de imóveis continua a ser de 8%, apesar do próprio banco apontar que ela é "restrita a poucos clientes, como em qualquer banco". A taxa máxima cobrada, a balcão (8,9%), para clientes que não têm relacionamento com o banco, também não foi alterada.

Por conta disso, a Caixa aponta que não é possível falar em aumento dos juros, já que ambas as taxas continuam inalteradas. Mas, com a recente alta da Selic, é possível dizer que os descontos no banco ficaram mais restritos.

Taxa de juros da Caixa

Juros cobrados pela Caixa (Caixa/Reprodução)

A mudança na taxa tornará os valores oferecidos pela Caixa mais próximos dos concorrentes do setor privado, diz Rafael Scodelario, especialista em aquisição de imóveis e diretor da consultoria Escodelar. “O Itaú cobra taxa de 9,1% ao ano, enquanto o Santander oferece 9,99% ao ano, já inclusa a TR”.

Com a mudança, o comprador deve analisar qual é o melhor banco financiador, já que dependendo da relação financeira do cliente pode ser que as condições finais sejam mais atrativas pelo financiamento privado, alerta o especialista.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia