Minhas Finanças

Paga caro pelo combo internet, TV e celular? Saiba como reduzir o gasto

Pesquisa da Proteste mostra opções de combos com apenas dois serviços (internet e telefone fixo), reduzindo a despesa mensal

 (Kathrin Ziegler/Getty Images)

(Kathrin Ziegler/Getty Images)

Marília Almeida

Marília Almeida

Publicado em 24 de outubro de 2020 às 07h00.

Última atualização em 24 de outubro de 2020 às 08h52.

Precisa cortar gastos e está pensando se cancela o combo de telefonia, TV por assinatura e telefone fixo? Pois saiba que muitas operadoras já oferecem opções de combos com apenas dois serviços (internet e telefone fixo). A modalidade reduzida é voltada para quem usa mais a internet para acessar conteúdos e entretenimento, como jornais, séries, filmes, e não sente necessidade de ter um plano de TV.

As dívidas tiram o seu sono e você não sabe por onde começar a se organizar? A EXAME Academy mostra o caminho

Mas ainda assim é preciso escolher para não acabar pagando a mais. Por exemplo, um carioca que prefere agilidade na hora de navegar na internet, em vez de muitos canais de TV por assinatura, pode poupar R$ 960,96 escolhendo um plano intermediário da operadora Oi (com banda larga de 200 megabits e telefone fixo), que custa R$ 1.198 por ano, no lugar de um plano básico da NET Claro (banda larga de 25 megabits, TV e telefone fixo), que custa R$ 2.159,76. É o que indica uma pesquisa da associação de consumidores Proteste.

Veja abaixo a comparação dos combos com dois serviços (internet e telefone) avaliados pela Proteste:

Pesquisa Proteste sobre combos

Pesquisa Proteste sobre combos (Proteste)

O levantamento incluiu pacotes disponíveis para as capitais do Rio de Janeiro e de São Paulo. Foram 33 planos de quatro operadoras: Net/Claro, Vivo, Tim e Oi. Para chegar ao resultado, a Proteste definiu três perfis de consumo - básico, intermediário e avançado - em contratos com 12 meses de fidelidade.

  • Perfil básico: mora sozinho, quase não assiste TV. Acessa a internet para navegar nas redes sociais e checar e-mails, e usa bastante o telefone fixo para ligações interurbanas
  • Perfil intermediário: mora com os pais e não quer gastar muito. Todos em casa usam a internet para assistir a vídeos e ficam tranquilos com as ligações ilimitadas para fixo e celular
  • Perfil avançado: tem uma família de cinco pessoas. Precisa de internet rápida para trabalhar, jogar e assistir a vídeos. Também precisa de telefone fixo para ligações ilimitadas.

Combo completo mais barato

Mesmo quem não abre mão de ter os três serviços dentro do combo pode economizar, apenas optando por um pacote mais barato e adequado ao seu perfil.

Nesses casos a economia chega a R$ 601 anuais para quem escolhe no Rio o pacote de perfil avançado da Oi (com internet de 200 Mbps de velocidade, plano de TV HD com 167 canais e telefone fixo e móvel Brasil ilimitados), que custa R$ 2.758,80 ao ano, ao pacote da Vivo (internet 50 mega, 89 canais e telefone fixo e móvel ilimitado), que sai por R$ 3.359,64 ao ano.

Plano de banda larga encarece combos

Outra conclusão do levantamento é que o plano de internet banda larga é fundamental entre os serviços de um combo. Por isso, o consumidor deve avaliar criteriosamente a necessidade de contratar um pacote com mais velocidade, porque isso vai deixá-lo mais caro.

Como comparar e contratar um combo

Veja orientações da Proteste antes de contratar um combo:

• Anote o número de protocolo;
• Peça um resumo das principais características;
• Verifique qual o custo mensal e, se tiver algum tipo de promoção, pergunte o período em que acaba e quanto vai ser o valor posteriormente;
• Questione sobre as regras e prazos do reajuste;
• Pergunte se existe fidelização e por quanto tempo;
• Certifique-se da velocidade do serviço, incluindo a velocidade mínima e média da conexão;
• Veja se há taxa de adesão;
• Pergunte se a operadora disponibiliza o serviço na sua rua.

Acompanhe tudo sobre:Internetorcamento-pessoalplanejamento-financeiro-pessoalProtesterenda-pessoalTelefoniaTV paga

Mais de Minhas Finanças

Reta final do IR: veja o que acontece se você não declarar dentro do prazo de entrega

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 42 milhões na poupança

Brasileiros perderam R$ 2,7 bilhões em golpes online de venda de carros em 2023, diz estudo

Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 42 milhões

Mais na Exame