Minhas Finanças

Os melhores e piores bancos para financiar eletrodomésticos

Custo dos empréstimos para aquisição de bens pode variar mais de 90%


	Cliente observa geladeira: Antes de financiar o bem é importante comparar os juros
 (Sean Gallup/Getty Images)

Cliente observa geladeira: Antes de financiar o bem é importante comparar os juros (Sean Gallup/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 11 de agosto de 2014 às 14h24.

São Paulo - Ao fazer um empréstimo para comprar uma geladeira, a diferença de custo final pode chegar a ser de mais de 90% entre diferentes bancos.

Essa foi a conclusão de uma simulação de empréstimo feita para a compra de uma geladeira de 2 mil reais pelos bancos grandes com a maior e a menor taxa média de juros na linha de crédito para aquisição de bens.

De acordo com os dados da pesquisa semanal de juros do Banco Central, entre os dias 22 e 28 de julho as taxas entre os bancos grandes variaram entre 1,97% ao mês, taxa cobrada pelo HSBC, a 3,65% ao mês, taxa do Bradesco.

Nesses bancos, ao financiar uma geladeira de 2 mil reais em 12 vezes, o consumidor pagaria ao final do prazo 265,24 reais de juros no HSBC, enquanto no Bradesco, os juros somariam 505,60 reais ao final do prazo, um valor 90,61% maior.

Como o empréstimo para aquisição de bens não tem garantias tão fortes como o financiamento imobiliário, por exemplo, que possui o imóvel como contrapartida, os juros costumam ser mais altos. 

Por isso, antes de buscar o empréstimo oferecido pelos bancos, é recomendável avaliar se a loja que está vendendo o bem oferece condições de financiamento mais baratas.

Mas, caso não haja opção de parcelamento e o cliente não puder esperar para comprar o bem à vista, a comparação dos juros cobrados entre os bancos grandes pode gerar boas economias.

Veja na tabela abaixo a lista das taxas médias efetivamente praticadas no crédito para aquisição de bens pelos bancos grandes, segundo a pesquisa semanal do Banco Central. Os dados foram fornecidos pelas próprias instituições financeiras.

Banco Taxa de juro ao mês (%) Taxa de juro ao ano (%)
HSBC 1,97 26,44
Financeira Itaú CBD CFI* 2,47 33,98
Banco do Brasil 2,98 42,19
Caixa 2,98 42,22
Bradesco 3,65 53,68

Fonte: Banco Central (período de 22 a 28 de julho).

Agora veja no vídeo a seguir quais investimentos oferecidos por bancos podem ser vantajosos:

[videos-abril id="95d4036ef8023252317c7b1211c45557" showtitle="false"]

Acompanhe tudo sobre:Bancoscredito-pessoalEmpréstimosFinançasJuros

Mais de Minhas Finanças

Veja o resultado da Mega-Sena, concurso 2737; prêmio acumulado é de R$ 47,2 milhões

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado em R$ 47 milhões; veja como apostar

Inter faz campanha de renegociação e dá desconto de até 98%

Febraban alerta para golpe com falsa gravação sobre compras em lojas do varejo

Mais na Exame