Acompanhe:

Multa e imposto atrasados poderão ser regularizados pela internet em SP

Site permitirá gerar boleto online ou fazer transferência para pagar dívidas protestadas pela prefeitura; nome do devedor ficará limpo em poucos dias

Modo escuro

Continua após a publicidade
Central de Protesto: Site é uma iniciativa dos Cartórios de Protesto do em parceira à Prefeitura (Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas/Divulgação)

Central de Protesto: Site é uma iniciativa dos Cartórios de Protesto do em parceira à Prefeitura (Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas/Divulgação)

J
Juliana Elias

Publicado em 16 de outubro de 2019 às, 10h51.

Última atualização em 18 de outubro de 2019 às, 04h05.

São Paulo - A partir de 1º de novembro, quem está com o nome sujo junto à Prefeitura de São Paulo poderá regularizar sua situação pela internet. O processo valerá para qualquer dívida em aberto protestada pela prefeitura paulistana, como multas de trânsito e impostos em atraso, como o ISS (Imposto Sobre Serviços).

Pelo site www.protestosp.com.br , qualquer pessoa poderá consultar se seu CPF tem alguma dívida protestada e o valor delas, além de fazer o pagamento. O pagamento poderá ser feito por boleto bancário, gerado pelo site, ou por transferência bancária.

Chamado de Central de Protesto, ou Cenprot, o site foi desenvolvido pelos Cartórios de Protesto do Estado de São Paulo, em parceria à prefeitura paulistana.  Os cartórios de protesto são entidades públicas onde as dívidas em aberto com a prefeitura e outras entidades são protestadas.

É como ter o nome sujo no Serasa ou no SPC. Quando o contribuinte deixa de pagar um imposto ou uma multa, a prefeitura envia seu nome para esses cartórios, e, enquanto houver o protesto, a pessoa tem as mesmas restrições de crédito de quem está com o nome sujo, como dificuldade de pegar empréstimos, fazer financiamentos ou solicitar cartão de crédito.

Hoje, para regularizar a situação, os paulistanos devem procurar os canais da prefeitura para fazer o pagamento da dívida que têm em aberto, e a regularização, isto é, a retirada da lista de protestos, pode demorar até 15 dias a partir do pagamento.

Com a integração dos sistemas dos cartórios e da prefeitura feita agora pelo site da Central de Protestos, isso poderá ser feito pela internet, com o a geração online do boleto ou a transferência bancária, e, de acordo a Cenprot, o nome do devedor também será regularizado mais rápido. O protesto será cancelado e o devedor deixa de ter restrições de crédito em até um ou dois dias após a realização do pagamento da dívida.

Últimas Notícias

Ver mais
Governo prepara proposta para renegociar dívidas de outros países com o Brasil
Economia

Governo prepara proposta para renegociar dívidas de outros países com o Brasil

Há 2 dias

São Paulo promove nesta sexta-feira Dia D contra a Dengue
Brasil

São Paulo promove nesta sexta-feira Dia D contra a Dengue

Há 2 dias

Prefeito de São Paulo bate boca com moradores em vistoria de obra na Vila Mariana, na Zona Sul
Brasil

Prefeito de São Paulo bate boca com moradores em vistoria de obra na Vila Mariana, na Zona Sul

Há 2 dias

Rodízio SP hoje, março 2024: horários, finais de placa, regiões e valor da multa
Guia do Cidadão

Rodízio SP hoje, março 2024: horários, finais de placa, regiões e valor da multa

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais