Acompanhe:

Banco Neon vai lançar cartão de crédito sem taxa na próxima terça

A empresa entra na disputa dos cartões sem anuidade com um plástico que oferece as funções crédito e débito no mesmo cartão. Confira as novidades

Modo escuro

Continua após a publicidade
Banco Neon: Clientes têm limite diário de saque de 2 mil reais (Banco Neon/Divulgação)

Banco Neon: Clientes têm limite diário de saque de 2 mil reais (Banco Neon/Divulgação)

J
Júlia Lewgoy

Publicado em 22 de março de 2018 às, 16h52.

Última atualização em 4 de maio de 2018 às, 10h35.

São Paulo - Na próxima terça-feira (27), mais uma fintech vai lançar seu primeiro cartão de crédito sem anuidade: o Banco Neon. A empresa entra na disputa com um cartão internacional da bandeira Visa, múltiplo, que oferece as funções crédito e débito no mesmo plástico.

O cartão é vinculado à conta 100% digital do Neon, sem taxa de manutenção. O plástico é esperado desde o ano passado, quando a fintech anunciou o lançamento e prometeu cobrar juros mais baixos do que os grandes bancos.

O novo cartão de crédito compete com pelo menos outros sete sem anuidade, de fintechs e bancos tradicionais que entraram no páreo.  

Entre as novidades do cartão, os usuários poderão aumentar 20% do limite de crédito em momentos de emergência, sem taxa. Porém, o aumento permanecerá disponível para uso durante somente sete dias, uma vez por mês.

Além disso, dentro do seu limite de crédito predeterminado, os usuários poderão aumentar ou reduzir seu limite livremente pelo aplicativo. As ferramentas fazem parte de uma estratégia da empresa de disponibilizar ferramentas para ajudar no controle financeiro.

Para solicitar o cartão a partir de terça (27), é preciso abrir conta no Neon, e pedir o cartão na aba “Crédito” do aplicativo. Todos os pedidos passarão por uma análise de crédito e, inicialmente, a fintech terá um lote limitado. Depois, novos lotes serão liberados aos poucos. 

O banco diz que uma forma de aumentar as chances de conseguir o cartão é controlando os gastos na aba “Objetivos” do aplicativo, para melhorar a análise de crédito. Após ter o crédito aprovado, o cliente deverá aceitar os termos do contrato no aplicativo.

Para quem já é cliente do Neon, todos os cartões emitidos após setembro de 2017 já são múltiplos e a função crédito será habilitada automaticamente após a aprovação da solicitação.

Quem tem cartão Neon emitido antes de setembro de 2017, que ainda não é múltiplo, deverá solicitar um novo cartão com a função crédito pelo app. O cartão de débito original vai continuar funcionando normalmente até o novo ser ativado.

Outras novidades

O Banco Neon também está desenvolvendo produtos em parceria com empresas para oferecer seguros, câmbio e transporte no aplicativo. Por enquanto, oferece apenas recarga de celular.  

A fintech também está testando oferecer contas digitais sem taxa de manutenção para pessoa jurídica, com foco em pequenas empresas.

O aplicativo do Neon tem uma ferramenta de planejamento financeiro que permite criar objetivos e agendar aplicações automáticas em um CDB que paga 100% do CDI. Por enquanto, o app não oferece outros investimentos.  

Últimas Notícias

Ver mais
Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 97 milhões na poupança
seloMinhas Finanças

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 97 milhões na poupança

Há 12 horas

Fundos exclusivos de previdência deixarão de existir? Entenda as novas regras
seloMinhas Finanças

Fundos exclusivos de previdência deixarão de existir? Entenda as novas regras

Há 13 horas

Imposto de Renda 2024: aposentados e pensionistas já podem consultar informe de rendimentos do INSS
seloMinhas Finanças

Imposto de Renda 2024: aposentados e pensionistas já podem consultar informe de rendimentos do INSS

Há 15 horas

Receita abre consulta a lote residual de IR; veja se você recebe
seloMinhas Finanças

Receita abre consulta a lote residual de IR; veja se você recebe

Há 17 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais