Minhas Finanças

Aumente a rentabilidade com o aluguel de ações

O aluguel pode maximizar os lucros tanto para os proprietários quanto para os que tomam os papéis emprestados

Oscilações do mercado: quem aposta na baixa pode lucrar com o aluguel de ações (.)

Oscilações do mercado: quem aposta na baixa pode lucrar com o aluguel de ações (.)

DR

Da Redação

Publicado em 30 de dezembro de 2013 às 10h20.

São Paulo - Ainda que a valorização das ações seja buscada pelos investidores e divulgada com maior alarde, quem deseja aumentar a rentabilidade da carteira pode alugar seus papéis para lucrar com os ativos enquanto não precisar vendê-los. Se por um lado o dono das ações embolsa uma taxa cobrada pelo empréstimo, por outro, o tomador pode apostar na baixa destes mesmos papéis para ganhar dinheiro. 

Na prática, é possível vender as ações alugadas e voltar a comprá-las no dia do vencimento do contrato, quando elas necessariamente são devolvidas ao proprietário original. Caso a queda da cotação se confirme nesse meio tempo, o especulador irá levar a diferença entre o que ganhou com a a venda inicial (a um preço mais caro) e o que gastou na recompra (a um preço mais baixo). Para saber como funciona essa operação e quais as vantagens do aluguel de ações, assista à entrevista com o consultor financeiro Mauro Calil no vídeo abaixo.

Acompanhe tudo sobre:Aluguel de açõesaplicacoes-financeirasGuia de Açõesrenda-variavel

Mais de Minhas Finanças

Senacon notifica 20 operadoras de planos de saúde por cancelamentos de contratos; veja lista

Febraban orienta clientes a dar prioridade a canais digitais por tragédia no Rio Grande do Sul

Reta final: 13 milhões ainda não entregaram a declaração do IR; veja como declarar

INSS antecipa pagamento da segunda parcela 13º para aposentados do Rio Grande do Sul

Mais na Exame