Mercados

Wall Street tem leve queda após medidas comerciais de Trump

O índice industrial Dow Jones caiu 0,14%, situando-se nos 19.799,85 pontos, o Nasdaq recuou 0,04%, e o S&P 500 caiu 0,27%, nas 2.265,20 unidades

Wall Street: Trump retirou os Estados Unidos da Parceria Transpacífico (TPP), acordo que une os EUA a outras 11 economias da região Ásia-Pacífico (.)

Wall Street: Trump retirou os Estados Unidos da Parceria Transpacífico (TPP), acordo que une os EUA a outras 11 economias da região Ásia-Pacífico (.)

A

AFP

Publicado em 23 de janeiro de 2017 às 22h07.

Wall Street terminou em leve queda, nesta segunda-feira (23), depois do anúncio das primeiras decisões sobre comércio internacional feito pelo presidente Donald Trump.

O índice industrial Dow Jones caiu 0,14%, situando-se nos 19.799,85 pontos, o Nasdaq recuou 0,04%, e o S&P 500 caiu 0,27%, nas 2.265,20 unidades.

Em ordem executiva assinada hoje, Trump retirou os Estados Unidos da Parceria Transpacífico (TPP), acordo que une os EUA a outras 11 economias da região Ásia-Pacífico.

Logo após a vitória de Trump em novembro passado, Wall Street reagiu com recordes sucessivos no pregão, entusiasmada com os planos para cortar impostos e para estimular obras de infraestrutura no país.

Agora, os mercados temem que a postura protecionista de Trump em defesa do mercado de trabalho americano deflagre uma guerra comercial.

Acompanhe tudo sobre:Donald TrumpParceria Transpacíficowall-street

Mais de Mercados

"Se Lula indicar nome pior que Galípolo para o BC, o mercado entrará em pânico", diz Marilia Fontes

Ibovespa sobe e fecha acima dos 121 mil pontos com ajuda de Petrobras (PETR4) e Itaú (ITUB4)

PMIs da zona do euro e dos EUA, repercussão de falas do Lula e Sabesp: o que move o mercado

Elon Musk vai receber bônus de R$ 305 bilhões como remuneração de acionistas da Tesla

Mais na Exame