Mercados

Unick Forex tira site do ar mais uma vez e promete mudar regras

Empresa responde a processo sancionador da CVM e foi alvo de três alertas ao mercado

Real-moedas dinheiro (Priscila Zambotto/Getty Images)

Real-moedas dinheiro (Priscila Zambotto/Getty Images)

TL

Tais Laporta

Publicado em 21 de agosto de 2019 às 12h01.

Última atualização em 21 de agosto de 2019 às 12h15.

São Paulo - A Unick Forex, empresa que prometia dobrar o capital dos investidores que comprassem seus “produtos” em seis meses, voltou a suspender as operações do site, prometendo novas regras para pagar as aplicações, suspensas desde o início de agosto. Agora, a promessa é que o site volte a funcionar dia 26, segunda-feira.

A empresa, que já vinha atrasando os pagamentos dos pedidos de resgate desde junho, havia tirado o site do ar em 2 de agosto, alegando que precisava fazer uma atualização dos sistemas e que o processo levaria 10 dias. No dia 14, porém, seu presidente, Leidimar Lopes, divulgou um vídeo informando que não pagaria mais rendimentos e que se comprometia a devolver o valor aplicado aos investidores em parcelas mensais. O site, por sua vez, só voltou a funcionar, com problemas, no dia 16, sexta-feira.

A informação do fim dos rendimentos causou revolta entre os investidores, que se organizaram em grupos nas redes sociais para criticar a empresa e cogitar ações judiciais. Em meio às reclamações, a Unick divulgou hoje novas regras de resgate, prometendo pagar os bônus pelas indicações para quem já retirou o valor do principal. Quem retirou mais de 70% do que aplicou receberá a diferença para renovar a aplicação na Unick.

E quem retirou menos de 70% do que aplicou receberá os rendimentos mensais até chegar ao dobro do valor aplicado, como na proposta original. A empresa também afirmou que vai dispensar a multa de 30% de quem pedir para sair do negócio.

Apesar dos problemas, a Unick continua recebendo adesões de investidores, segundo grupos que se reúnem em redes sociais. A empresa afirma ter 1 milhão de clientes, inclusive em outros países. Durante apresentação de um dos chamados “líderes” de grupos sobre as mudanças, um investidor de Portugal afirmou que aplicou R$ 8 mil e ainda não recebeu nada.

A Unick Forex, responde a processo sancionador da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A empresa foi alvo de três alertas ao mercado da CVM. Hoje terminava o prazo para Leidimar Lopes e a empresa apresentarem sua defesa. Eles fizeram uma proposta de termo de compromisso para encerrar o processo.

Essa notícia foi publicada originalmente no site Arena do Pavini.  

Acompanhe tudo sobre:Esquemas de pirâmidePirâmides financeiras

Mais de Mercados

Como esta gestora brasileira surfou onda das bolsas americanas e rendeu 400% em 5 anos

"Se Lula indicar nome pior que Galípolo para o BC, o mercado entrará em pânico", diz Marilia Fontes

Ibovespa sobe e fecha acima dos 121 mil pontos com ajuda de Petrobras (PETR4) e Itaú (ITUB4)

PMIs da zona do euro e dos EUA, repercussão de falas do Lula e Sabesp: o que move o mercado

Mais na Exame