Mercados

Teles puxam alta de Wall Street 1 ano após piso histórico

NOVA YORK (Reuters) - Um ano após as bolsas de valores dos Estados Unidos fecharem no pior nível em mais de 12 anos, o mercado acionário norte-americano patinou na maior parte desta terça-feira, encerrando em leve alta. O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, subiu 0,11 por cento, a 10.564 pontos. O […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de março de 2010 às 20h15.

NOVA YORK (Reuters) - Um ano após as bolsas de valores dos Estados Unidos fecharem no pior nível em mais de 12 anos, o mercado acionário norte-americano patinou na maior parte desta terça-feira, encerrando em leve alta.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, subiu 0,11 por cento, a 10.564 pontos. O Nasdaq Composite cresceu 0,36 por cento, a 2.340 pontos. O Standard & Poor's 500 ganhou 0,17 por cento, para 1.140 pontos.

O avanço foi contido pela queda nos preços das commodities, o que pressionou ações ligadas a matérias-primas, ofuscando os ganhos nos setores de telecomunicação e industrial.

Mas as companhias financeiras mais fracas dominaram a atividade do mercado, uma vez que Citigroup, AIG e outras empresas contabilizaram forte volume.

"Há um giro enorme nos setores financeiro, de telecoms e em outros de áreas abaixo da média do mercado", disse Paul Mendelsohn, estrategista-chefe de investimentos da Windham Financial Services, em Charlotte, Vermont.

"O mercado está em uma tendência de alta agora, caminhando em direção a suas máximas."

Há um ano, a crise econômica derrubou as ações a seu menor nível em mais de 12 anos. Desde então, o S&P 500 acumula apreciação de 68,5 por cento, maior rali em um período anual desde 1936, de acordo com a Standard & Poor's. Mesmo assim, o índice ainda está desvalorizado em 27,6 por cento ante sua máxima histórica.

O índice de bancos KBW avançou 0,6 por cento, com o maior ganho vindo de Capital One Financial, cujos papéis subiram 2,1 por cento. Citigroup disparou 7,3 por cento, maior alta percentual diária desde agosto do ano passado.

Ações de telecomunicação e de companhias ligadas à Internet se apreciaram, depois de a Cisco Systems anunciar um roteador de maior capacidade. A AT&T, maior empresa de telecomunicação dos EUA, disse que testou o dispositivo com sucesso.

A Cisco, que ganhou quase 4 por cento na segunda-feira pela antecipação do anúncio, ficou estável, enquanto o índice S&P de telecomunicação ganhou 1,2 por cento.

As ações da Apple, fabricante do iPhone, valorizaram-se 1,8 por cento, a 223,02 dólares, após alcançar 225,00 dólares mais cedo, nova máxima histórica.

(Reportagem adicional de Caroline Valetkevitch)

 

Acompanhe tudo sobre:Açõesbolsas-de-valoresEstados Unidos (EUA)Países ricos

Mais de Mercados

Musk recebe sinal verde de acionistas da Tesla para remuneração bilionária

50 empresas que geraram mais valor aos acionistas; apenas uma é do Brasil

Vale prevê que vendas de minério e aglomerados ao Oriente Médio podem chegar a 67 milhões de t

Onde investir? Veja quem ganha e (quem perde) com a desvalorização do real

Mais na Exame