Mercados

Ser Educacional cancela oferta pública primária de ações

A companhia diz que os investidores foram suficientes, mas que seu conselho avaliou que a decisão "não refletiria a perspectiva de rentabilidade futura"

Ser: Em 14 de janeiro, a Ser anunciou os planos de ofertar 17.429.152 ações ordinárias (Photo_Russia/Thinkstock)

Ser: Em 14 de janeiro, a Ser anunciou os planos de ofertar 17.429.152 ações ordinárias (Photo_Russia/Thinkstock)

R

Reuters

Publicado em 25 de maio de 2017 às 08h04.

São Paulo - A Ser Educacional cancelou a oferta pública primária de ações, com esforços restritos de colocação, por meio da qual pretendia levantar até 445 milhões de reais, informou a empresa em comunicado divulgado na noite de quarta-feira.

No documento, a companhia diz que a demanda de investidores foi suficiente, mas que seu conselho de administração avaliou que o preço por ação a ser fixado após o processo de bookbuilding "não refletiria a perspectiva de rentabilidade futura" da empresa.

Em 14 de janeiro, a Ser anunciou os planos de ofertar 17.429.152 ações ordinárias, de modo a captar recursos para financiar a expansão dos negócios, por meio de aquisições ou investimento em crescimento orgânico, incluindo pólos de ensino à distância (EAD) e presenciais.

Acompanhe tudo sobre:AçõesSer Educacional

Mais de Mercados

STJ determina indenização de R$ 5 bilhões à CSN por disputa na Usiminas

Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, aumenta aposta no mercado de petróleo

Nvidia ultrapassa Microsoft e é a empresa mais valiosa do mundo

Petrobras (PETR4) aceita acordo tributário: isso impacta os dividendos?

Mais na Exame