Mercados

Os bancos que melhor remuneram seus acionistas

Levantamento aponta que o Brasil tem oito ações que pagam o melhor dividend yield

Dividend Yield: taxa indica quanto o acionista ganhou com dividendos e juros (Thinkstock/AndreyPopov/Thinkstock)

Dividend Yield: taxa indica quanto o acionista ganhou com dividendos e juros (Thinkstock/AndreyPopov/Thinkstock)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 6 de janeiro de 2018 às 08h02.

Última atualização em 6 de janeiro de 2018 às 08h02.

São Paulo - O Santander lidera a lista dos bancos que melhor remuneram seus acionistas. No ano passado, as ações preferenciais do banco apresentaram o maior dividend yield, de 8,68%. Esta taxa indica quanto o acionista ganhou com dividendos e juros sobre capital próprio sobre o valor do papel.

O banco aparece ainda em outras posições entre os 20 bancos analisados. As units do Santander tiveram dividend yield de 5,64%. E as ações ordinárias, de 4,10%, fazendo com que o banco ocupe a 4ª e a 14ª colocação, respectivamente.

Os dados fazem parte de um levantamento realizado pela Economatica, provedora de informações financeiras, que analisou bancos com ativo total acima de 100 bilhões de dólares.

A lista cita ainda também bancos brasileiros, como Itaú Unibanco, Bradesco e Banco do Brasil. O primeiro ocupa a posição de 11º na lista, com dividend yield de 4,43%. O Bradesco aparece na seguida, na 12ª posição, com indicador de 4,26%.

Já o BB teve dividend yield de 3,37% das ações preferenciais, ficando em 17ª posição.

Em geral, o Brasil tem oito ações na lista, enquanto os Estados Unidos têm 3, a Espanha e o Japão têm duas e a Australia e Holanda, uma cada um. Confira a lista completa abaixo.

BancoCódigoPaísValor de mercado em 31 de dezmbro de 2017Dividend Yield 2017
SantanderSANB4BrasilUS$ 36,06 bilhões8,68%
HSBC HoldingHSBCInglaterraUS$ 208,53 bilhões6,35%
Westpac BankingWBKAustráliaUS$ 82,75 bilhões6,03%
SantanderSANB11US$ 36,06 bilhões5,64%
ING GroupINGHolandaUS$ 71,59 bilhões5,20%
lloyds BankLYGInglaterraUS$ 66,91 bilhões5,19%
Itaú UnibancoITUB3BrasilUS$ 78,76 bilhões5,00%
Banco Bilbao Vizcaya ArgentariaBBVAEspanhaUS$ 55,81 bilhões4,91%
BradescoBBDC4BrasilUS$ 60,61 bilhões4,71%
SantanderSANEspanhaUS$ 95,36 bilhões4,62%
Itaú UnibancoITUB4BrasilUS$ 78,76 bilhões4,43%
BradescoBBDC3BrasilUS$ 60,61 bilhões4,26%
BarclaysBCInglaterraUS$ 45,79 bilhões4,12%
SantanderSANB3BrasilUS$ 36,06 bilhões4,10%
Mizuho Financial GroupMFGJapãoUS$ 46,20 bilhões3,74%
Sumitomo Mitsui BankingSMFGJapãoUS$ 61,44 bilhões3,61%
Banco do BrasilBBAS3EUAUS$ 26,78 bilhões3,37%
Wells FargoWFCEUAUS$ 298,75 bilhões2,79%
BB&T BankBBTEUAUS$ 39,22 bilhões2,68%
Huntington BancsharesHBANEUAUS$ 15,73 bilhões2,65%

Acompanhe tudo sobre:BancosBB – Banco do BrasilBradescoDividendosEconomáticaItaúSantander

Mais de Mercados

B3 suspende negociação da Petrobras (PETR4) após divulgação de nova diretoria

Inflação baixou, mas Fed ficou mais conservador: o que aconteceu?

Petrobras (PETR4) paga dividendos extraordinários e regulares na próxima semana

"O corte de juros acabou e Copom unânime deve favorecer o câmbio", diz Ettore Marchetti, da EQI

Mais na Exame