MSC quer assumir o controle da Log-In por meio de OPA

Empresa já entrou em contato com o Cade para que operação seja autorizada; ações da Log-In têm perdas de 20% desde meados de agosto
Navio Jacarandá, da Log-In, no Porto de Suape | Foto: Leo Caldas/Exame (Leo Caldas/Exame)
Navio Jacarandá, da Log-In, no Porto de Suape | Foto: Leo Caldas/Exame (Leo Caldas/Exame)
Por Guilherme GuilhermePublicado em 16/09/2021 07:35 | Última atualização em 16/09/2021 07:35Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Subsidiária da MSC, uma das maiores empresas de transportes marítimos do mundo, a Sas Shipping Agencies Services Sàrl entrou com pedido de autorização no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para adquirir o controle da Log-In (LOGN3) por meio de uma oferta pública de aquisição (OPA). O objetivo seria comprar até 67% do capital social da companhia.

A Log-In apenas informou que recebeu uma carta da Sas informando o pedido ao Cade e que manterá os acionistas a par da situação. Na bolsa, os ações da companhia acumulam perdas de cerca de 20% desde meados de agosto. No ano, as perdas estão em cerca de 5%.

Especializada em transportes de cargas via cabotagem (próximo à costa), a Log-In possui uma rede intermodal que integra a movimentação portuária com o transporte porta a porta.