Morgan Stanley (MSBR34) registra queda de 30% no lucro líquido do 2T22

Os grandes bancos de Wall Street estão enfrentando uma fim das Ofertas Públicas Inciais (IPO, na sigla em inglês)
Sede do Morgan Stanley (MSBR34) em Nova York (Mike Blake/Reuters/Exame)
Sede do Morgan Stanley (MSBR34) em Nova York (Mike Blake/Reuters/Exame)
Carlo Cauti
Carlo CautiPublicado em 14/07/2022 às 13:50.

O Morgan Stanley (MSBR34) divulgou nesta quinta-feira, 14, seu resultado do segundo trimestre de 2022.

Entre abril e junho o Morgan Stanley reportou um lucro líquido de US$ 2,4 bilhões, uma queda de 30% no lucro líquido, na comparação anual, e abaixo dos US$ 2,75 bilhões previstos pelo mercado.

A receita líquida do banco no segundo trimestre foi de US$ 13,1 bilhões, uma queda de 11% em relação ao ano anterior, e também menor do que as expectativas dos analistas de US$ 13,2 bilhões.

No caso da divisão do banco de investimento, a receita caiu 55%, chegando em US$ 1,07 bilhão, enquanto os analistas esperavam US$ 1,3 bilhão.

Desde o começo de 2022, os grandes bancos de Wall Street estão enfrentando uma fim das Ofertas Públicas Inciais (IPO, na sigla em inglês) e de emissões de dívida e ações.

Isso gerou uma intensa reversão dos negócios que tinham impulsionado os resultados no ano passado.

Esta redução foi provocada pelas fortes quedas nos ativos financeiros, pessimismo sobre a conjuntura econômica, e previsões de possível de recessão e pelas consequências econômicas da invasão russa da Ucrânia.

Por outro lado, as receitas de negociação, que se beneficiaram da recente volatilidade do mercado, cresceram 7% e chegaram em US$ 5 bilhões, em linha com as estimativas do analistas.

O co-CEO do Morgan Stanley, Ted Pick, declarou recentemente que os mercados seriam dominados pela preocupação com a inflação e a recessão, e que o período de quase 15 anos de políticas monetárias expansionistas cheguem ao fim.

“O calendário bancário se acalmou um pouco porque as pessoas estão tentando descobrir se teremos essa mudança de paradigma esclarecida mais cedo ou mais tarde”, declarou Pick.

Morgan Stanley (MSBR34) pode pagar multa de US$ 200 mihões

No relatório de resultados, o Morgan Stanley salientou que estaria prestes a fechar um acordo com autoridades americanas que investigavam o uso de canais de comunicação não aprovados pelos reguladores de Wall Street.

Segundo o documento, a empresa seria “impactada por US$ 200 milhões relacionados a uma questão regulatória específica sobre o uso de dispositivos pessoais não aprovados e os requisitos de manutenção de registros da empresa”.

As ações do Morgan Stanley chegaram a cair mais de 3% no começo do pregão. Os papéis caíram 24% desde o começo do ano, pior do que a queda de 19% registrada pelo índice bancário KBW Bank Index.