Acompanhe:

Investidores perdem a paciência com a BlackBerry

Nesta sexta, os papéis da empresa fecharam em 8,68 dólares na bolsa norte-americana Nasdaq e perderam um quarto do valor alcançado em junho

Modo escuro

Continua após a publicidade
BlackBerry: as ações haviam se recuperado de um mínimo de 6,65 dólares no início de março (Mark Blinch/Reuters)

BlackBerry: as ações haviam se recuperado de um mínimo de 6,65 dólares no início de março (Mark Blinch/Reuters)

R
Reuters

Publicado em 18 de agosto de 2017 às, 18h41.

Toronto - As ações da BlackBerry vêm perdendo terreno após mais de dois anos de alta, com a competição crescente aumentando dúvidas sobre a reviravolta da fabricante de softwares de negócios.

Nesta sexta, os papéis da empresa fecharam em 8,68 dólares na bolsa norte-americana Nasdaq e perderam um quarto do valor desde que alcançaram uma máxima de 11,74 dólares em 1 de junho.

As ações haviam se recuperado de um mínimo de 6,65 dólares no início de março, com expectativas para o sistema operacional QNX da empresa para veículos autônomos, mas os investidores começaram a reavaliar os esforços de anos da empresa para ir além dos celulares, que tornaram a BlackBerry conhecida.

A receita, que chegou a cerca de 20 bilhões de dólares quando a empresa dominava o mercado de celulares, caiu fortemente. Os analistas esperam uma queda para menos de 1 bilhão de dólares este ano pela primeira vez desde 2004, e novo declínio no próximo ano fiscal.

Em junho, a BlackBerry informou ganhos trimestrais abaixo do esperado por analistas devido a uma queda inesperada nas vendas, elevando a pressão para que a empresa atinja a meta de aumentar a receita de softwares e serviços de 10 a 15 por cento este ano.

A companhia não quis comentar o preço das ações, mas o gerente do QNX, Grat Courville, disse que espera assinar acordos com ao menos três importantes empresas.

No ano passado, a BlackBerry anunciou um acordo com a Ford para expandir o uso do QNX, que é usado principalmente em sistemas de informações e entretenimento de carros.

Últimas Notícias

Ver mais
Suprema Corte bloqueia temporariamente lei do Texas que permite detenção de migrantes
Mundo

Suprema Corte bloqueia temporariamente lei do Texas que permite detenção de migrantes

Há 4 horas

EUA impõe sanções ao presidente do Zimbábue por abusos de direitos humanos
Mundo

EUA impõe sanções ao presidente do Zimbábue por abusos de direitos humanos

Há 15 horas

Ex-diretor da organização Trump se declara culpado de fraude
Mundo

Ex-diretor da organização Trump se declara culpado de fraude

Há 16 horas

Ouro sobe e fecha acima de US$ 2.100, com investidores de olho em Powell e payroll
seloMercados

Ouro sobe e fecha acima de US$ 2.100, com investidores de olho em Powell e payroll

Há 19 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais