Mercados

Governo autoriza capitalização de R$ 4,8 bi da Eletrobras

O principal objetivo da Eletrobras é limpar o balanço da despesa financeira causada por dívida que retida no Tesouro e no BNDES

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h47.

Brasília - O governo autorizou hoje, por meio de decreto publicado no Diário Oficial da União, a capitalização da Eletrobras. Conforme já havia sido anunciado pela própria empresa, a capitalização de R$ 4,8 bilhões será feita por meio da conversão em ações do saldo de uma conta conhecida como Adiantamento para Futuro Aumento de Capital (AFAC) que é um crédito do Tesouro Nacional e do BNDES, junto à Eletrobras.

O valor refere-se ao saldo do AFAC de 31 de março passado e será atualizado pela Selic até a data da Assembleia Geral Extraordinária de acionistas, que vai confirmar a operação. O principal objetivo da Eletrobras é limpar o seu balanço da despesa financeira causada por essa dívida que está retida no Tesouro e no BNDES.

Leia mais sobre Estatais

Siga as últimas notícias de Mercados no Twitter
 

Acompanhe tudo sobre:Capitalização da PetrobrasEletrobrasEmpresasEmpresas estataisEnergia elétricaEstatais brasileirasHoldingsServiços

Mais de Mercados

Após balanço, Nvidia (NVDC34) já vale mais que Amazon (AMZO34) e Tesla (TSLA34) juntas

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com cautela por política monetária

Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) disparam mais de 10% após anúncio de parceria para voos no Brasil

Ibovespa opera em alta puxado por índices de NY

Mais na Exame