Mercados

Goldman Sachs diz que perdeu US$ 90 milhões com transação

Nova York - O Goldman Sachs Group divulgou outro comunicado esta tarde comentando a acusação de fraude ao banco feita pela SEC, a comissão de valores mobiliários dos EUA. Segundo a nota, o Goldman também perdeu dinheiro - "mais de US$ 90 milhões" - com as obrigações da dívida colateralizadas (CDO) lastreadas em hipotecas. E, […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h45.

Nova York - O Goldman Sachs Group divulgou outro comunicado esta tarde comentando a acusação de fraude ao banco feita pela SEC, a comissão de valores mobiliários dos EUA. Segundo a nota, o Goldman também perdeu dinheiro - "mais de US$ 90 milhões" - com as obrigações da dívida colateralizadas (CDO) lastreadas em hipotecas. E, ao contrário do que alega a SEC, o banco afirma ter fornecido informação "extensiva" ao banco alemão IKB e à ACA Capital, os dois investidores do produto em questão, sobre os riscos dos ativos.

"O risco associado com os títulos era conhecido destes investidores, que estão entre os mais sofisticados investidores em hipotecas no mundo. Estes investidores também entendiam que uma transação de CDO sintético necessariamente inclui um lado comprado e um lado vendido", diz o comunicado. As informações são da Dow Jones.

Acompanhe tudo sobre:CorrupçãoEscândalosFinançasFraudesMetrópoles globaisNova Yorksetor-financeiro

Mais de Mercados

Grupo Mateus (GMAT3) avalia comprar rede do Novo Atacarejo

Livro Bege dos EUA, Caged, Pnad Contínua, falas do Fed e mais: o que move o mercado

Anglo American rejeita pedido da BHP para estender prazo de proposta

Justiça homologa plano de recuperação judicial da Oi

Mais na Exame