Mercados

Goldman Sachs diz que acusação da SEC é infundada

Nova York - O banco norte-americano Goldman Sachs afirmou que são infundadas as acusações da Securities and Exchange Commission (SEC), a comissão de valores mobiliários dos EUA, de que o banco teria cometido fraude e omitido de seus clientes informações sobre um produto financeiro ligado a hipotecas subprime (de maior risco de inadimplência). "As acusações […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h45.

Nova York - O banco norte-americano Goldman Sachs afirmou que são infundadas as acusações da Securities and Exchange Commission (SEC), a comissão de valores mobiliários dos EUA, de que o banco teria cometido fraude e omitido de seus clientes informações sobre um produto financeiro ligado a hipotecas subprime (de maior risco de inadimplência).

"As acusações da SEC são completamente infundadas em termos legais e factuais e vamos contestá-las vigorosamente e defender a empresa e sua reputação", afirmou hoje o banco, em um curto comunicado. Às 13h37 (de Brasília), as ações do banco caíam 13,25% na Bolsa de Nova York. As informações são da Dow Jones.

Acompanhe tudo sobre:CorrupçãoEscândalosFinançasFraudesMetrópoles globaisNova Yorksetor-financeiro

Mais de Mercados

Bolsa abre no feriado? Veja o funcionamento da B3 no Corpus Christi em 2024

Ibovespa opera sem direção única de olho em elevação das estimativas do IPCA para 2024, 2025 e 2026

Lucro industrial da China, minério de ferro, 1º discurso de Magda e Focus: o que move o mercado

EXCLUSIVO: 99Pay investe 6 vezes mais na marca para alcançar 20 milhões de clientes ainda em 2024

Mais na Exame