Acompanhe:

Fitch sinaliza elevação do rating do Brasil

Agência de classificação de risco reafirma nota do País e altera a perspectiva de estável para positiva

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

G
Gustavo Kahil

Publicado em 28 de junho de 2010 às, 13h28.

São Paulo - A agência de classificação de risco Fitch sinalizou, nesta segunda-feira (28), a possibilidade de elevação do rating do Brasil. A nota BBB- para a dívida de longo prazo em moeda estrangeira foi reiterada e a perspectiva foi revisada de estável para positiva.

"A revisão da perspectiva reflete a resiliência e performance econômica melhores do que o esperado em face à recessão global que, junto com a sua política econômica relativamente prudente, deve permitir que a receita per capita e as taxas de solvência aprimorem firmemente", mostra a análise assinada por Shelly Shetty.

A Fitch disse ainda que não espera uma mudança significativa das políticas econômicas depois das eleições presidenciais de outubro. "Uma política macroeconômica prudente sustentada pelos regimes de metas de inflação e câmbio flexível, um forte balanço externo, um setor financeiro saudável e o consenso sobre as principais políticas econômicas entre os maiores partidos políticos, sustentam o rating de grau de investimento do Brasil", mostra a análise.

Essas forças atuam como um contrabalanço sobre as fraquezas de crédito do País, como a estrutura das finanças públicas, um elevado nível de endividamento público e as baixas taxas de poupança e investimentos, fatores que impedem um crescimento mais acelerado. O Brasil tem resistido muito bem a crise de crédito global e atualmente vive uma das mais rápidas recuperações entre os mercados emergentes os países com rating BBB, afirma Shelly Shetty.

Para a analista, o potencial de crescimento do Brasil vai além do ciclo favorável de preços das commodities e da estabilidade econômica. O avanço está agora também sustentado no desenvolvimento da classe média e a atratividade para crescimento da base de investidores estrangeiros. Para 2010, a Fitch projeta um crescimento de 7% para a economia do país, acima da média de 3,7% dos países com nota BBB.

 

Últimas Notícias

Ver mais
Bolsas da Europa fecham em alta, com nova marca histórica do Stoxx 600; StanChart puxa Londres
seloMercados

Bolsas da Europa fecham em alta, com nova marca histórica do Stoxx 600; StanChart puxa Londres

Há 4 horas

Lucro em queda, ação em alta: Vale (VALE3) tem resultados fracos no 4T23, mas acima das expectativas
seloMercados

Lucro em queda, ação em alta: Vale (VALE3) tem resultados fracos no 4T23, mas acima das expectativas

Há 4 horas

Reddit oferta ações para seus usuários, mas o interesse não é recíproco
seloMercados

Reddit oferta ações para seus usuários, mas o interesse não é recíproco

Há 6 horas

Ao infinito e além: Nvidia ultrapassa US$ 2 trilhões em valor de mercado
seloMercados

Ao infinito e além: Nvidia ultrapassa US$ 2 trilhões em valor de mercado

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais