Fiat vai listar na bolsa unidade de produção de robôs após fusão com PSA

Espera-se que o acordo para criar a quarta maior montadora do mundo seja finalizado no primeiro trimestre de 2021
Fiat: a Comau será cindida após a FCA concluir a fusão com a PSA e as ações serão distribuídas aos acionistas do novo grupo (Reuters/Rebecca Cook)
Fiat: a Comau será cindida após a FCA concluir a fusão com a PSA e as ações serão distribuídas aos acionistas do novo grupo (Reuters/Rebecca Cook)
Por ReutersPublicado em 01/06/2020 14:31 | Última atualização em 01/06/2020 14:31Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A Fiat Chrysler (FCA) disse nesta segunda-feira que planeja listar na bolsa sua unidade de automação industrial e robótica Comau, dando mais detalhes sobre o futuro da divisão.

A Comau será cindida após a FCA concluir a fusão com a PSA e as ações, distribuídas aos acionistas do novo grupo.

Espera-se que o acordo para criar a quarta maior montadora do mundo seja finalizado no primeiro trimestre de 2021.

Veja também: Coronavírus fará setor de veículos recuar 15 anos, diz presidente da Fiat

A FCA disse que nomeou Paolo Carmassi como novo presidente-executivo da Comau para prosseguir com a listagem. Nos últimos quatro anos, Carmassi dirigiu a fabricante de equipamentos científicos Malvern Panalytical, unidade da Spectris, e trabalhou anteriormente por mais de 20 anos na Honeywell.

Também nomeou Alessandro Nasi, membro do conselho da Exor, holding da família italiana Agnelli que controla a FCA, como novo presidente do conselho da Comau.

A Exor deve se tornar a maior acionista do grupo combinado após a fusão da FCA com a PSA, e a principal acionista da Comau após sua listagem.

"As nomeações ... são um passo significativo para a Comau, que se prepara para a vida como empresa listada", disse o presidente-executivo da FCA, Mike Manley, em comunicado.