Acompanhe:

BTG fará oferta com ágio de 14,7% a minoritários do PanAmericano

Ações chegaram a subir 10,47% no pregão de segunda-feira; oferta será de R$ 4,89 por ação

Modo escuro

Continua após a publicidade
“A aquisição representará a criação de uma quarta linha de negócios para o Banco BTG Pactual no Brasil", disse André Esteves, CEO do banco (Arquivo)

“A aquisição representará a criação de uma quarta linha de negócios para o Banco BTG Pactual no Brasil", disse André Esteves, CEO do banco (Arquivo)

G
Gustavo Kahil

Publicado em 31 de janeiro de 2011 às, 21h41.

São Paulo – O BTG Pactual irá realizar uma oferta pública de aquisição de ações (OPA) para os minoritários do banco PanAmericano (BPNM4) nas mesmas condições da realizada para o ex-controlador do banco, o empresário e apresentador de TV Silvio Santos. O BTG adquiriu 37,64% do PanAmericano, sendo 51% das ações ordinárias e 21,97% das preferenciais, por 450 milhões de reais.

Ibovespa: as ações que subiram e caíram em janeiro

De acordo com o comunicado distribuído pelo BTG, a oferta aos minoritários será de 4,89 por ação, ou seja, 14,7% acima do preço do fechamento desta segunda-feira, de 4,26 reais. As ações do PanAmericano tiveram forte oscilação durante o dia em meio aos rumores sobre a venda. As ações chegaram a subir 10,47% no pregão de hoje, para 4,85 reais por ação, mas encerraram o dia em baixa de 2,96%.

Os papéis ocuparam a primeira posição do índice Small Caps em janeiro, que lista as principais empresas de baixa capitalização da bolsa brasileira. A alta dos papéis chegou a 5,19% no período. Apesar da valorização recente, as ações sofreram fortes baixas após o anúncio de que o banco havia maquiado as receitas oriundas da cessão das carteiras de crédito para outros bancos.

Com a descoberta da fraude, as ações caíram 29,54% no dia 10 de novembro de 2010. Os papéis despencaram de 6,77 reais para 4,77 reais. No mesmo dia, o Grupo Silvio Santos, então o acionista controlador, realizou um aporte de capital de 2,5 bilhões de reais, obtidos através de operação contratada com o FGC (Fundo Garantidor de Crédito) integralmente garantida por bens do patrimônio do grupo.

O mercado ainda especula que o valor do rombo seria ainda maior, totalizando cerca de 4 bilhões de reais. O banco já confirmou que está estudando uma atualização dos números. A aquisição anunciada hoje não fala sobre um novo aporte do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Além disso, segundo a assessoria de imprensa do BTG, o banco liderado por André Esteves não irá assumir a dívida do grupo Silvio Santos com o FGC.

Confira a íntegra do comunicado enviado pelo BTG Pactual

Últimas Notícias

Ver mais
Allianz aumenta dividendos e anuncia recompra de ações
seloMercados

Allianz aumenta dividendos e anuncia recompra de ações

Há 3 horas

Vale registra lucro de US$ 7,983 bi em 2023, queda de 52%, enquanto comando segue indefinido
seloMercados

Vale registra lucro de US$ 7,983 bi em 2023, queda de 52%, enquanto comando segue indefinido

Há 13 horas

B3: Lucro liquido recorrente cai 8,2% em 12 meses, para R$ 1,057 bi no 4º trimestre
seloMercados

B3: Lucro liquido recorrente cai 8,2% em 12 meses, para R$ 1,057 bi no 4º trimestre

Há 13 horas

Nestlé registra em 2023 receita de US$ 105,55 bi, recuo de 1,5% ante 2022; lucro cresce 20,9%
seloMercados

Nestlé registra em 2023 receita de US$ 105,55 bi, recuo de 1,5% ante 2022; lucro cresce 20,9%

Há 17 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais