Mercados

Bolsa de Frankfurt e Nova York fecham acordo de fusão

Acordo ainda depende de autorização das autoridades reguladoras, mas poderá criar a maior bolsa do mundo

NYSE Euronext: as duas bolsas continuarão a funcionar com seus nomes atuais (Getty Images)

NYSE Euronext: as duas bolsas continuarão a funcionar com seus nomes atuais (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 15 de fevereiro de 2011 às 12h56.

Frankfurt - A Bolsa de Frankfurt e a de Nova York, NYSE Euronext, fecharam acordo de fusão nesta terça-feira que as transformará na maior bolsa do mundo, informou a sociedade gerente do mercado alemão.

A sociedade responsável por gerenciar a Bolsa de Frankfurt, Deutsche Börse, informou nesta terça que terá 60% da nova empresa combinada e nove dos 15 diretores do novo comitê executivo, o resto será de NYSE Euronext.

Os acionistas de NYSE Euronext receberão uma ação no novo consórcio da bolsa para cada título na Deutsche Börse.

A operação responde ao crescente aumento da competitividade entre as bolsas tradicionais, que devem reagir às plataformas de negociação alternativas.

O presidente do novo grupo resultante será Reto Francioni, atual executivo-chefe de Deutsche Börse, e estará na Alemanha, enquanto o cargo de executivo-chefe será para Duncan Niederauer, quem trabalhará em Nova York.

Deutsche Börse teve em 2009 lucro de 496 milhões de euros e NYSE Euronext, de 436 milhões de euros.

A sociedade gerente da Bolsa de Frankfurt divulgará nesta terça os resultados de 2010 após o fechamento de negociação da Bolsa de Nova York.

A fusão, que ainda deve ser aprovada pelas autoridades da concorrência, permitirá à Bolsa de Frankfurt e de Nova York economizar custos até 300 milhões de euros três anos após executar a operação.

As bolsas nacionais manterão seu nome em seus respectivos países de origem. Alguns meios informaram que os planos de fusão da bolsa alemã e a americana podem fundir-se e subirem de preço com uma contraoferta combinada da bolsa de derivados de Chicago CME Group e da Bolsa de Valores tecnológicos Nasdaq pela Euronext.

A Bolsa de Frankfurt e NYSE Euronext terão fração de mercado na negociação de derivados dos EUA de 40% e na Europa de 95%.

Na Bolsa de Frankfurt, as ações de Deutsche Börse desciam 1,1%, para os 60,62 euros, após a divulgação da fusão.

Acompanhe tudo sobre:AçõesAlemanhabolsas-de-valoresEstados Unidos (EUA)EuropaFusões e AquisiçõesPaíses ricos

Mais de Mercados

Petróleo fecha em alta, de olho estoques dos EUA e após decisão do Fed

Bolsas da Europa fecham em alta, após quedas com incerteza política e acompanhando CPI dos EUA

Fed mantém juro inalterado nos EUA e projeta apenas um corte neste ano

Apple ultrapassa Microsoft impulsionada por IA e se torna a empresa mais valiosa do mundo

Mais na Exame