Mercados

Banco Daycoval adia IPO por causa de turbulências no mercado, dizem fontes

O banco havia pedido em fevereiro registro de oferta primária e secundária na bolsa brasileira

IPO: banco havia pedido em fevereiro registro de oferta primária e secundária na bolsa brasileira (Cris Faga/Getty Images)

IPO: banco havia pedido em fevereiro registro de oferta primária e secundária na bolsa brasileira (Cris Faga/Getty Images)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 11 de março de 2020 às 12h50.

(Bloomberg) -- O Banco Daycoval resolveu adiar a sua oferta inicial de ações, disseram duas pessoas com conhecimento do assunto.

O banco havia pedido em fevereiro registro de oferta primária e secundária na bolsa brasileira, sem decidir o montante que seria vendido. A transação tem como coordenadores os bancos Itaú BBA, BTG Pactual, Santander e Bank of America.

A oferta do Daycoval se junta à lista de transações postergadas pela turbulência recente dos mercados, que inclui a oferta inicial da Caixa Seguridade e a venda de ações que a Petrobras tem na BR Distribuidora, segundo pessoas familiarizadas com as transações, pedindo para não serem identificadas porque as discussões não são públicas.

Cerca de 25 ofertas de ações de empresas brasileiras previstas para o primeiro semestre do ano correm o risco de serem adiadas, já que a crise do coronavírus aumenta a volatilidade dos mercados e impõe restrições às viagens.

O Daycoval não comentou.

Acompanhe tudo sobre:DaycovalIPOs

Mais de Mercados

Investidores da Tesla são aconselhados a votar contra bonificação de US$ 56 bi para Musk

Por que Argentina de Milei tem animado o mercado, apesar de inflação recorde e retração

Após balanço, Nvidia (NVDC34) já vale mais que Amazon (AMZO34) e Tesla (TSLA34) juntas

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com cautela por política monetária

Mais na Exame