Mercados

Azul desiste de registro de companhia aberta na CVM

A empresa havia entrado com o pedido de companhia aberta em 25 de fevereiro


	Azul: em 2013, CVM havia indeferido proposta da companhia, sendo que ponto mais polêmico referia-se à emissão de ações "super preferenciais"
 (Divulgação)

Azul: em 2013, CVM havia indeferido proposta da companhia, sendo que ponto mais polêmico referia-se à emissão de ações "super preferenciais" (Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 27 de março de 2014 às 16h35.

São Paulo - A Azul informou que protocolou um pedido de desistência do processo de registro de companhia aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em razão de "condições macroeconômicas desfavoráveis", segundo a companhia.

A empresa havia entrado com o pedido de companhia aberta em 25 de fevereiro.

Em 2013, a CVM havia indeferido a proposta da companhia, sendo que o ponto mais polêmico referia-se à emissão de ações "super preferenciais".

Mais tarde, em janeiro deste ano, o colegiado da CVM havia dado aval ao registro de companhia aberta da empresa. A oferta de ações da Azul era estimada em R$ 1 bilhão.

Acompanhe tudo sobre:AviaçãoAzulcompanhias-aereasCVMEmpresasIPOsMercado financeiroOfertas de ações

Mais de Mercados

Seis desdobramentos da reunião do Copom que manteve a Selic em 10,50%, segundo o BTG Pactual

Ibovespa opera em alta com mercado mais otimista após decisão do Copom

‘Banco dos restaurantes’: iFood quer dobrar de tamanho com lançamento do iFood Pago

Repercussão do Copom, decisão de juros na Inglaterra e Casas Bahia (BHIA3): o que move o mercado

Mais na Exame