Acompanhe:

Ações da HRT estreiam em leve alta na BM&FBovespa

Papéis da empresa subiram 0,42% nos primeiros negócios, vendidos a R$ 1.205

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

G
Gustavo Kahil

Publicado em 25 de outubro de 2010 às, 10h31.

São Paulo - As ações da HRT Petróleo (HRTP3) estrearam em leve alta na sessão desta segunda-feira (25) na BM&FBovespa. Os papéis da empresa, precificados a 1.200 reais na oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), iniciaram o dia com uma valorização de 0,42%, negociados a 1.205 reais. Alguns minutos depois, por volta das 11h22, as ações subiam 1,67%, vendidas a 1.215 reais.
 
A empresa captou aproximadamente 2,6 bilhões de reais na operação. O preço da emissão ficou no centro do intervalo de preço sugerido, que estava entre 1.050 reais e 1.350 reais por ação. A maior parte da oferta foi primária, ou seja, vai direto para o caixa da empresa. Os bancos Credit Suisse, Goldman Sachs, Citigroup, J.P. Morgan e Deutsche Bank coordenaram a operação.

Últimas Notícias

Ver mais
Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com tensões e dirigentes de BCs no radar
seloMercados

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com tensões e dirigentes de BCs no radar

Há 5 horas

Inovação financeira cria demanda por profissionais brasileiros na Finlândia
Future of Money

Inovação financeira cria demanda por profissionais brasileiros na Finlândia

Há 6 horas

Produção industrial retoma crescimento e emprego segue em alta, mostra sondagem da CNI
Economia

Produção industrial retoma crescimento e emprego segue em alta, mostra sondagem da CNI

Há 6 horas

Petz (PETZ3) salta até 46% após anúncio de fusão com a Cobasi e pode subir ainda mais
seloMercados

Petz (PETZ3) salta até 46% após anúncio de fusão com a Cobasi e pode subir ainda mais

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais