Mercados

Ações da Apple sobem antes de anúncio de novo iPhone

Antes da abertura do mercado, as ações da companhia já subiam quase 1 por cento na manhã desta segunda-feira

Steve Jobs, presidente-executivo da Apple, terá um grande desafio pela frente: surpreender os investidores em Wall Street com o novo produto. (.)

Steve Jobs, presidente-executivo da Apple, terá um grande desafio pela frente: surpreender os investidores em Wall Street com o novo produto. (.)

DR

Da Redação

Publicado em 7 de junho de 2010 às 10h24.

Nova York - As ações da Apple subiam 0,9 por cento para 258,22 dólares na manhã desta segunda-feira antes da abertura do mercado, na expectativa do lançamento da nova versão do iPhone em San Francisco.

O presidente-executivo Steve Jobs assumirá o palco da conferência anual da empresa para desenvolvedores em San Francisco, com os investidores e consumidores já antecipando um novo aparelho de quarta geração.

Mas será um desafio para a Apple surpreender os investidores de Wall Street com o novo produto. As ações da empresa acumulam alta de mais de 20 por cento este ano, e a companhia tomou o lugar da Microsoft como a maior empresa de tecnologia do mundo em valor de mercado.

Poucos analistas esperam avanços tecnológicos revolucionários em relação ao modelo atual do iPhone, conhecido como 3GS. O novo celular da Apple deve ser equipado com hardware mais rápido, ter uma câmera frontal para videoconferência, bateria com duração maior e tela aperfeiçoada.

Enquanto isso, a segunda geração do produto, 3G, deve ser descontinuada. Na sexta-feira ele já não estava disponível para venda no site da Apple.

Leia mais notícias sobre a Apple

Acompanhe tudo sobre:AçõesAppleCelularesEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaiPhoneSmartphonesTecnologia da informação

Mais de Mercados

Investidores da Tesla são aconselhados a votar contra bonificação de US$ 56 bi para Musk

Por que Argentina de Milei tem animado o mercado, apesar de inflação recorde e retração

Após balanço, Nvidia (NVDC34) já vale mais que Amazon (AMZO34) e Tesla (TSLA34) juntas

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com cautela por política monetária

Mais na Exame