Mercados

10 notícias para lidar com os mercados nesta segunda-feira

Caixa define uso do FGTS para ações da Petrobras; Mercado eleva estimativa do PIB de 2010 para 7,34%

Somente poderão adquirir ações da estatal aqueles trabalhadores que já tenham conta vinculada ao FGTS e já sejam cotistas dos FMP (.)

Somente poderão adquirir ações da estatal aqueles trabalhadores que já tenham conta vinculada ao FGTS e já sejam cotistas dos FMP (.)

DR

Da Redação

Publicado em 6 de setembro de 2010 às 11h17.

1 - Caixa define uso do FGTS para ações da Petrobras. Circular da Caixa Econômica Federal, publicada no Diário Oficial da União de hoje, estabelece os procedimentos operacionais para a utilização dos recursos do FGTS por parte do trabalhador na compra de ações no processo de aumento do capital da Petrobras.

2 - Mercado eleva estimativa do PIB de 2010 para 7,34%. Já a expectativa para a alta de preços acumulada pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste ano manteve-se em 5,07%, ainda em um patamar acima do centro da meta de inflação para 2010, que é de 4,50%.

3 - Importações devem atingir maior marca em 30 anos. O volume de bens importados na economia brasileira deverá em 2010 atingir a maior marca em mais de 30 anos. Nos cálculos da Fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior (Funcex), as importações totais devem somar US$ 175 bilhões.

4 - BP venderá US$ 40 bi de ativos. A gigante do petróleo britânica BP venderá 40 bilhões de dólares de ativos, ao invés dos 30 bilhões anunciados inicialmente, para compensar os custos do vazamento no Golfo do México, informa o jornal The Sunday Times.

5 - EUA seguem a impulsionar mercados asiáticos. As boas perspectivas da economia norte-americana e os ganhos em Wall Street, na sexta-feira, continuaram a influenciar as Bolsas da Ásia. Nesta segunda-feira, a maioria dos mercados da região fechou no campo positivo.

6 - Bancos alemães podem necessitar de 105 bi euros por Basileia III. Os dez maiores bancos da Alemanha podem necessitar de 105 bilhões de euros (140,9 bilhões de dólares) em capital adicional sob as novas regras de Basileia III, informou a Associação de Bancos Alemães.

7 - UE avançará no endurecimento da disciplina orçamentária. Representantes dos Governos e instituições da União Europeia (UE) se reúnem hoje em Bruxelas para continuar planejando a reforma destinada a endurecer a disciplina orçamentária comum.

8 - Bolsas da Europa abrem em alta nesta segunda-feira. As principais bolsas de valores da Europa abriram em alta nesta segunda-feira, depois de terem encerrado em alta o último pregão da semana passada - quando as bolsas fecharam no maior nível em três semanas - após dados mostrarem corte de empregos menor que o esperado nos Estados Unidos.

9 - Venezuela assegura que sairá da recessão até o fim do ano. A Venezuela confia que superará até o fim deste ano a recessão em que se encontra desde 2009, disse no domingo o ministro das Finanças, Jorge Giordani. "Não existe dúvida de que (a economia) vai se recuperar no terceiro ou quarto trimestre de 2010 e seguirá se recuperando no ano que vem", disse Giordani em entrevista ao canal privado Televen.

10 - Redução de dívida não causa fraca expansão, diz BIS. A redução sustentada da dívida não precisa ser a causa de um crescimento mais fraco após uma crise, desde que os responsáveis pela condução da política econômica consertem os problemas trazidos pela turbulência em primeiro lugar, afirmou o Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês) neste domingo.

Leia mais notícias sobre a Petrobras

Siga as últimas notícias de Mercados no Twitter

Assine a newsletter do Canal de Mercados

Acompanhe tudo sobre:Açõesbolsas-de-valoresCapitalização da PetrobrasEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEstatais brasileirasGás e combustíveisIndústria do petróleoPetrobrasPetróleo

Mais de Mercados

Ibovespa opera perto da estabilidade de olho no mercado externo

Os planos da AstraZeneca no 'pós-pandemia': remédios para perda de peso e receita de US$ 80 bi

Análise de Magda para comando da Petrobras, arrecadação federal e falas do Fed: o que move o mercado

Receita Federal autoriza a Temu a operar no Remessa Conforme e vender para o Brasil

Mais na Exame