United Health aumenta aposta em telemedicina com plano quase gratuito

Pandemia do novo coronavírus intensificou a necessidade por atendimento médico remoto em todo o planeta

A United Health está investindo em telemedicina. A companhia americana está expandindo os serviços de atendimento remoto para empregadores oferecendo atenção primária virtual com acesso a médicos. A aposta é num plano em que os funcionários que realizam consultas médicas pela internet contribuem com uma parte reduzida com até sem qualquer coparticipação.

"Antes da covid-19 era difícil convencer grandes clínicas a adotarem a telemedicina. Os pacientes queriam, mas os médicos ficavam realmente desconfortáveis ​​com a ideia de atender pacientes virtualmente", disse Donna O'Shea, uma das diretoras da United Healthcare, o braço de seguro de saúde da United Health, conforme reportado pela CNBC.

A demora para a adoção da telemedicina se dá por diversos motivos. Em especial porque as taxas de reembolso para consultas virtuais são frequentemente mais baixas do que as taxas estipuladas para consultas presenciais nos Estados Unidos. Pelo menos antes da pandemia do novo coronavírus.

Com a crise, os planos do Medicare para idosos e seguradores de saúde privadas tiveram um aumento na taxa de reembolso.

A estratégia da UnitedHealth é focar num nicho de pacientes que carece de tempo ou que não tem acesso a planos de saúde por questões financeiras. “Sabemos que 25% das pessoas não têm um provedor de cuidados primários”, afirma O’Shea.

Para isso, a companhia está firmando uma parceria com a provedora de telessaúde Amwell. A companhia vai fornecer uma plataforma atendimento virtual dos pacientes na saúde primária. O programa estará disponível inicialmente para empregadores de 11 estados americanos. Alguns deles são Colorado, Texas, Maryland e Washington.

A UnitedHealth não é a única interessada em telemedicina. Empresas como Teladoc Health e até a Amazon, com o Amazon Care, voltado para trabalhadores da companhia em Washington, já exploram o setor.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.