Governo Lula terá 37 ministérios, dois a menos que recorde de Dilma

O anúncio foi feito pelo governador da Bahia, Rui Costa, indicado para ser ministro da Casa Civil, após encontro com Lula

Na lista, estão pastas como Gestão, Transportes, Esportes, Pesca e Povos Originários (Roque de Sá/Agência Senado/Flickr)

Na lista, estão pastas como Gestão, Transportes, Esportes, Pesca e Povos Originários (Roque de Sá/Agência Senado/Flickr)

AO

Agência O Globo

Publicado em 17 de dezembro de 2022 às 15h20.

O governo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) terá 37 ministérios, dois a menos que o recorde de pastas, que ocorreu no governo de Dilma Rousseff (PT). O anúncio foi feito pelo governador da Bahia, Rui Costa, indicado para ser ministro da Casa Civil, após encontro com Lula.

De acordo com Costa, o objetivo é uma estrutura parecida com a do segundo mandato de Lula (2007-2010), quando também havia 37 pasta. Atualmente, no governo do presidente Jair Bolsonaro, existem 23 ministérios.

Além de Costa, participaram da reunião com Lula a presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), e o ex-ministro Aloizio Mercadante, indicado para ser presidente do BNDES. O encontro ocorreu no hotel onde Lula está hospedado em Brasília.

A lista de todos os ministérios não foi divulgada, mas o governador confirmou algumas das pastas que serão criadas ou recriadas, como Gestão, Transportes, Esportes, Pesca e Povos Originários.

Mais de Brasil

Marco temporal: Gilmar Mendes suspende processos sobre lei

Haddad: Pedido dos líderes é para enviar PL da tributária na quarta-feira

Governo e Congresso tentam acordo para votar Perse nesta terça

'Pacote anti-MST' volta à Câmara com projeto que dispensa ordem judicial para retirada de invasores

Mais na Exame