Vitreo amplia portfólio cripto e lança dois fundos focados em smartcoins

Corretora brasileira lança fundos de ativos ligados à redes de contratos inteligentes e amplia oferta de produtos de investimento focados no mercado de criptomoedas

A corretora brasileira Vitreo lançou nesta quarta-feira, 1, dois novos fundos de investimento em criptoativos, ampliando sua oferta de produtos ligados ao setor. Agora, investidores de varejo e investidores qualificados podem acessar o universo das smartcoins - criptomoedas ligadas às redes de contratos inteligentes (ou "smart contracts") - por meio de uma estrutura que conta com gestão ativa da casa e validação da equipe de research da Empiricus.

O primeiro é o "Vitreo Cripto Smart", que tem uma alocação de 100% em ativos relacionados aos smart contracts. O fundo tem aporte inicial mínimo de 5 mil reais, taxa de administração de 1,5% ao ano e taxa de performance de 20% sobre o que exceder o índice ICE US Treasury Short Bond Index TR +2%. Para seguir a regulamentação da CVM sobre ativos baseados no exterior, esse fundo é exclusivo para investidores qualificados - aqueles com pelo menos 1 milhão de reais investidos na B3 ou certificação da CVM.

O segundo é o "Vitreo Coin Smart", que é voltado para todos os perfis de investidores e tem uma exposição de 20% no Vitreo Cripto Smart e 80% em ETFs de criptoativos listados na B3. O fundo tem taxa de administração de 0,34% ao ano e taxa de performance indireta, ou seja, cobrada pelos fundos nos quais o seu portfólio é investido. A aplicação inicial mínima é de mil reais.

“A principal vantagem da tese e dessa estrutura que montamos é facilitar o acesso aos ativos da carteira, assim como adicionar à composição do fundo a curadoria de ativos da Empiricus e da Vitreo, antecipando para o investidor tokens com alto potencial de valorização. No momento em que o Ibovespa acumula cinco meses de queda consecutiva, os fundos trazem perspectivas de bons retornos para o investidor”, explica Jojo Wachsmann, sócio e CIO da Vitreo.

Atualmente, a família de fundos de investimento em ativos digitais da Vitreo já soma nove produtos. São teses de investimento que aplicam em diferentes criptoativos e segmentos especificos como DeFi (finanças descentralizadas), NFTs e agora também os smart contracts, além de fundos de bitcoin e outras criptomoedas.

Um dos ativos presentes nos novos fundos é o ether, criptomoeda nativa da rede Ethereum. “O ether é um criptoativo que faz parte do universo dos smart contracts. Dentro do universo cripto, essa é uma tese que usa a tecnologia do blockchain para registro de contratos. Seria o fim dos cartórios. A rede guarda todo o histórico de transações e é um caminho, para o usuário, muito mais seguro que o cartório”, resume Wachsmann.

Além da Vitreo, várias outras instituições financeiras brasileiras têm ampliado a oferta de produtos de investimento relacionados ao mercado cripto. O país já conta com cinco ETFs de criptoativos listados na B3, dezenas de fundos de investimento, de diferentes gestoras e corretoras, e até iniciativas de grandes bancos, como o BTG Pactual que, além de fundos, anunciou em outubro o lançamento da Mynt, plataforma que permitirá o investimento direto em criptoativos.

O desenvolvimento do mercado cripto brasileiro tem atraído também diversas empresas estrangeiras ligadas a este universo. Grandes marcas de fora do país, como Binance, Crypto.com e FTX já atuam no mercado nacional, que recentemente ganhou mais um concorrente, com o anúncio da abertura de um escritório no Brasil pela Blockchain.com, que é a principal plataforma de carteiras cripto do mundo.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também