Acompanhe:

Seis meses de Pix: como avançamos e quais são os próximos passos?

Com seis meses de operação, Pix alcançou quase 40% dos brasileiros; confira como sua implementação tem transformado o sistema financeiro e o que vem a seguir

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (Rafael Henrique/SOPA/Getty Images)

(Rafael Henrique/SOPA/Getty Images)

L
Lucas Josa

Publicado em 25 de maio de 2021 às, 13h40.

Última atualização em 25 de maio de 2021 às, 14h11.

Funcionando há pouco mais de seis meses, o novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, o Pix, foi desenvolvido pela autarquia para oferecer um sistema de transações que funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, com uma velocidade muito maior do que as TEDs e DOCs, sem nenhum custo ou limite de transações para pessoas físicas.

Com a intenção de estimular o uso de meios digitais como forma de pagamento, fomentando um acesso mais democrático ao sistema financeiro nacional, o Pix já transacionou mais de 1 trilhão de reais desde o início de suas operações, atingindo aproximadamente 82 milhões de brasileiros, quase 40% de toda a população do país.

Entretanto, por mais que o novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central já tenha caído no gosto de uma boa parcela dos brasileiros, o Pix ainda precisa superar alguns desafios para que sua adoção se torne ainda maior, alcançando a população em idade mais avançada e, as áreas mais remotas do país, nas quais o acesso às telecomunicações ainda é precário e a população ainda não possui um acesso tão amplo a esse tipo de tecnologia.

No episódio mais recente do podcast do Future of Money, Gabriel Rubinsteinn, Lucas Yamamoto e Lucas Josa discutem sobre o funcionamento do Pix, explicando quais foram as principais mudanças no sistema financeiro após sua implementação e debatendo sobre os maiores desafios que o novo sistema de pagamentos terá de superar para atingir toda população brasileira. Ouça o podcast clicando no player abaixo, ou na sua plataforma de streaming preferida:

Últimas Notícias

Ver mais
Campos Neto reforça que BC intervém no câmbio somente para corrigir mau funcionamento
Economia

Campos Neto reforça que BC intervém no câmbio somente para corrigir mau funcionamento

Há 3 dias

Campos Neto sinaliza corte de 0,25 pp em maio e abre porta para alta de juros, dizem investidores
Economia

Campos Neto sinaliza corte de 0,25 pp em maio e abre porta para alta de juros, dizem investidores

Há 4 dias

Transações via Pix em 2023 sobem 58% ante 2022 para R$ 17,2 tri, diz relatório
seloMinhas Finanças

Transações via Pix em 2023 sobem 58% ante 2022 para R$ 17,2 tri, diz relatório

Há 4 dias

Os recados de Campos Neto: aumento de incertezas e o risco de fim do ciclo de queda de juros
Economia

Os recados de Campos Neto: aumento de incertezas e o risco de fim do ciclo de queda de juros

Há 4 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais