Future of Money

O que vem depois da aprovação dos ETFs de ether nos EUA? Executivos respondem

Executivos opinam sobre o que vem depois das aprovações dos ETFs de ether à vista nos Estados Unidos; descubra

 (Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 29 de maio de 2024 às 14h00.

Tudo sobreEthereum
Saiba mais

Após a aprovação dos fundos de índice (ETFs) de ether, especialistas discutiram o desenvolvimento durante uma sessão no X Spaces, organizada pela Cointelegraph.

Em 23 de maio, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) aprovou os registros 19b-4 dos solicitantes de ETFs de ether, incluindo VanEck, BlackRock, Fidelity, Grayscale, Franklin Templeton, ARK 21Shares, Invesco Galaxy e Bitwise.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas do BTG Pactual e a curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

Após a aprovação do ETF de ether, o Editor Gerente do Cointelegraph, Gareth Jenkinson, organizou um Spaces no X com o analista da Bloomberg, Eric Balchunas, o chefe de pesquisa de ativos digitais da VanEck, Matthew Sigel, o diretor de assuntos regulatórios globais da Consensys, Bill Hughes, e o cofundador da Animoca Brands, Yat Siu.

O que vem após a aprovação do ETF de ether?

Após a aprovação dos ETFs de ether, Balchunas antecipa um cenário semelhante ao que ocorreu com os ETFs de bitcoin. O analista descreveu como uma "corrida de cavalos em cópia carbono", onde os mesmos emissores lançariam no mesmo dia.

Apesar de suas potenciais semelhanças com os ETFs de bitcoin, Balchunas acredita que os ETFs de ether podem ter menos volume.

“Eu esperaria muitas semelhanças, exceto que eu dividiria tudo o que você viu com bitcoin por cerca de 10. Então, você terá talvez US$ 1 bilhão ou 2 nas primeiras semanas no total. Eu simplesmente não vejo esses sendo tão grandes.”

Enquanto o analista não acha que os ETFs de ether serão tão grandes quanto os de bitcoin, Balchunas disse que os traders podem fazer movimentos interessantes. “Você poderia ver pessoas vendendo a descoberto o ETF e comprando ether porque você pode fazer staking.”

Enquanto isso, Sigel, que trabalha com um dos emissores de ETF, disse que eles irão lá fora e farão um "caso de investimento muito forte" para a Ethereum. O executivo da VanEck destacou que eles têm trabalhado com sua equipe para encontrar a mistura ideal de bitcoin e ether e lançarão sua análise em breve.

Sigel também expressou sua crença de que há muitos investidores de tecnologia e ações procurando ativos com valor intrínseco. O executivo disse que esses investidores podem não estar cientes da Ethereum e seu "vibrante ecossistema de aplicativos descentralizados (DApp).”

Os EUA não querem "ficar para trás"

Siu, que trabalha com o governo de Hong Kong para promover o desenvolvimento Web3 na região administrativa especial, disse que a comunidade pode esperar mais desenvolvimentos à medida que os EUA começam a competir em cripto e Web3.

Em 15 de abril, a Comissão de Valores Mobiliários e Futuros de Hong Kong (SFC) aprovou seus primeiros ETFs de bitcoin e ether. Com os EUA e Hong Kong aprovando ETFs de bitcoin e ether, o executivo acredita que outras jurisdições também podem começar a considerar ter seus próprios fundos de índice baseados em cripto. Ele explicou:

“Agora que os EUA aprovaram, acho que outros países ao redor do mundo, seja o Reino Unido, Singapura, Japão, ou o Oriente Médio, como Dubai, todos estarão olhando para, ‘bem, precisamos ter nossa própria versão deste ETF à vista.’”
Com jurisdições em todo o mundo entrando em ETFs de cripto, Siu acredita que os EUA não quererão ficar para trás. “Acho que os EUA certamente não querem ficar para trás de ninguém.”

Por causa disso, o executivo acredita que haverá desenvolvimentos mais interessantes à medida que há uma “mudança de maré em termos de sentimentos” nos Estados Unidos.

Advogado sobre o ether como commodity

Embora a SEC não tenha declarado expressamente que o ether é uma mercadoria, Hughes acredita que a aprovação dos ETFs à vista admite implicitamente que este é o caso. No entanto, o advogado da Consensys disse que a SEC deve ser transparente sobre as implicações de sua regulamentação. Ele explicou:

“Essas emendas às regras, do nosso ponto de vista, são preocupantes. Devemos ser claros e transparentes quanto às implicações que algo assim tem em mais do que apenas as regulamentações.”

Além disso, embora a aprovação dos ETFs seja celebrada como uma vitória para a criptomoeda, o advogado permanece cético sobre se a SEC adotará uma postura mais liberal em questões relacionadas a cripto no futuro.

No entanto, Hughes também sugere que este desenvolvimento pode destacar “tensões nas teorias jurídicas” que a SEC estava “improvisando” para justificar suas ações de execução.

Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas do BTG Pactual e a curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Leia mais

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosETFsEthereum

Mais de Future of Money

Investidores de criptomoedas deveriam estar em pânico, diz fundador de fundo

Binance é acusada de racismo por publicação nas redes sociais e culpa estagiário

Mineradoras de bitcoin listadas nos EUA atingem maior valor da história

Cenário macro dos EUA pode apagar otimismo do bitcoin em 2024? Entenda

Mais na Exame