Ex-CEO do Citi: 'Todos os grandes bancos vão pensar em negociar cripto'

Vikram Pandit acredita que cada uma das grandes instituições financeiras irá considerar a negociação de criptomoedas até os próximos três anos
Afirmação foi feita no Fintech Festival de Cingapura (Karen Bleier/AFP)
Afirmação foi feita no Fintech Festival de Cingapura (Karen Bleier/AFP)
C
Coindesk

Publicado em 08/11/2021 às 15:34.

Última atualização em 11/11/2021 às 11:32.

O ex-CEO do Citigroup, Vikram Pandit, afirmou que todas as grandes instituições financeiras do mundo pensarão em comprar e vender criptomoedas nos próximos anos.

“Dentro do intervalo de um a três anos”, todo grande banco ou empresa de valores mobiliários irá pensar seriamente “será que eu deveria estar negociando e comercializando criptoativos?” afirmou Pandit no Fintech Festival de Cingapura, de acordo com a Bloomberg nesta segunda-feira, 8.

Enquanto inúmeros grandes bancos já demonstraram sinais de que estariam dispostos à adoção, ao oferecer exposição indireta aos criptoativos, como os fundos, nenhum deles ofereceu a exposição direta. A mesa de criptoativos do Goldman Sachs, por exemplo, negocia futuros de bitcoin e não a criptomoeda em si.

Pandit renunciou ao cargo de CEO no Citi em 2012 e se tornou cofundador da empresa de investimentos The Orogen Group em 2016.

Em 2015, ele também investiu 75 milhões de dólares na corretora de criptomoedas Coinbase, em conjunto com a NYSE e outros investidores. A empresa hoje tem capital aberto e suas ações estão listadas na Nasdaq.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube