Em recuperação, mercado cripto movimenta R$ 432 bi nas últimas 24 horas

As principais criptomoedas ensaiam recuperação de perdas dos últimos dias, enquanto quatro disparam e mercado negocia R$ 432 bilhões
Recém lançada, uma criptomoeda bateu recordes de preço nesta quinta-feira, 28 (Getty Images/Jirapong Manustrong)
Recém lançada, uma criptomoeda bateu recordes de preço nesta quinta-feira, 28 (Getty Images/Jirapong Manustrong)
Por Mariana Maria SilvaPublicado em 28/04/2022 11:14 | Última atualização em 28/04/2022 14:03Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Nesta quinta-feira, 28, as principais criptomoedas seguem com movimentação lateralizada e pouca volatilidade. Enquanto isso, o valor de mercado do setor recupera as perdas da última terça-feira, 26, quando despencou para US$ 1,73 trilhão. No momento, este valor está em US$ 1,81 trilhão, segundo dados do CoinMarketCap.

O preço do bitcoin também segue se recuperando. Cotado à US$ 39.327 no momento, de acordo com o CoinMarketCap, a maior criptomoeda do mundo apresenta 1,05% de alta nas últimas 24 horas. Entusiastas como Michael Saylor e o prefeito de Nova York não parecem se importar com a queda no preço do bitcoin, que perde quase 8% na semana.

Já o ether, criptomoeda nativa da rede Ethereum, continua com movimentações ainda menos surpreendentes do que sua precursora. Cotado a US$ 2.909, no momento a criação do “Príncipe das Criptomoedas” apresenta alta de 1% nas últimas 24 horas, segundo dados do CoinMarketCap. Nem mesmo o aquecido setor de NFTs impulsiona o preço da criptomoeda, que é uma das mais utilizadas na compra e venda dos famosos tokens não fungíveis.

(Mynt/Divulgação)

Apesar da falta de novidades no mercado, US$ 86 bilhões foram movimentados nas últimas 24 horas, e ainda de acordo com o CoinMarketCap, duas novas moedas apresentam sinais de recuperação no top 10:
• BNB: US$ 402,27 + 3,15%
• LUNA: US$ 91,24 + 2,53%

A criptomoeda “Build n’ Build” da Binance e a LUNA, da rede de stablecoins descentralizadas Terra estão entre as únicas que apresentam porcentagem positiva nas últimas 24 horas, dentre as 10 maiores criptomoedas.

Enquanto a BNB está ligada ao comércio de NFTs nas plataformas da corretora de criptomoedas, a LUNA tem sua valorização ligada à forma como o ecossistema Terra funciona e suas iniciativas, que causaram polêmica no mercado nos últimos meses.

Ao mesmo tempo que, em alguns setores do mercado, compradores e vendedores lutam para descobrir quem terá a maior força, os compradores claramente ganham em outros. As duas queridinhas da semana, GMT e APE, continuam em alta de 20,75% e 8,95%, respectivamente, de acordo com dados do CoinMarketCap.

Uma das razões para a alta do GMT foi o anúncio de que os NFTs de tênis virtuais serão disponibilizados no OpenSea, o maior marketplace de tokens não fungíveis da atualidade. Já a ApeCoin, criptomoeda que irá estrelar o novo metaverso da Bored Ape Yacht Club, atingiu uma nova máxima histórica nesta manhã, de acordo com o ATH Coin Index, chegando aos US$ 20,98. No momento, a criptomoeda recuou pouco, e é negociada a US$ 20,78.

Além dos tokens do jogo STEPN e da Bored Ape Yacht Club, a solução de escalabilidade da Ethereum SKL e o protocolo de indexação de dados GRT ganham destaque nesta quinta-feira, com altas de 18% e 10%, respectivamente. Em um momento que diversas criptomoedas alternativas ao bitcoin disparam, especialistas creem em uma nova “altseason”, ou seja, um período em que as criptos alternativas ganham mais destaque.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok