ESG

Na Praia da Meta, em Cannes, dona do Facebook promove festa de arromba para a Expo Favela

Celso Athayde, CEO da Favela Holding, conta os detalhes do lançamento internacional da maior feira de favela do mundo

Expo Favela em Cannes: Celso Athayde (com o microfone) e a equipe da Cufa durante o lançamento internacional da feira (Favela Holding/Divulgação)

Expo Favela em Cannes: Celso Athayde (com o microfone) e a equipe da Cufa durante o lançamento internacional da feira (Favela Holding/Divulgação)

Celso Athayde
Celso Athayde

CEO da Favela Holding

Publicado em 22 de junho de 2023 às 09h27.

Última atualização em 22 de junho de 2023 às 17h42.

Bom dia. São 4 da manhã aqui em Cannes, cinco horas na frente do Brasil. Depois da palestra de anteontem e de todos os seus desdobramentos, eu pensei que não houvesse mais nada tão fantástico.  Mas teve, começando com a primeira reunião no hotel Carlton, um encontro estratégico com duas executivas do TikTok para falar de futuro -- aliás, reunião é o que mais fiz aqui nos últimos três dias.  Esse povo da publicidade deveria vir para cá para tomar banho de mar em vez de trabalhar tanto. O fato é que o leão de ouro é apenas a ponta do iceberg de milhões de contratos bilionários que são firmados ou plantados nessa simpática cidade francesa.

Como preciso dormir, irei direto ao ponto, ao grande acontecimento do dia e sua importância, os lançamentos de duas empresas do grupo Favela Holding, a Digital Favela e a Favela Code, que se deu na Praia da Meta. Eu sempre escutava falar nessa tal praia e, chegando lá, descobri que se trata de um espaço fascinante que a empresa Meta, a dona do Facebook, constrói em uma praia ao lado do Palais (que é o nome do centro de convenções onde acontece o Festival de Cannes).

Voltando para a Meta. Sabe aquelas festas de arromba, de comes e bebes arregado, cheio de gente famosa e importante cujo convite é disputado a tapa? Pois é, esse era o lugar. Em algum momento uma moça se sentou do meu lado e perguntou se eu sabia algo sobre a surpresa que aconteceria em algum momento. Eu disse que não tinha ideia.

Festa de favela: Theo Rocha e Maren Lau, da Meta, e Celso Athayde, da Favela Holding (ao centro), celebram o lançamento da Expo Favela em Cannes (Favela Holding/Divulgação)

Ela então me mostrou um e-mail da Meta avisando sobre uma surpresa que ocorreria nessa noite. Eu não tinha ideia que se tratava desse cara aqui. Pensei que fosse sorteio de algo, ou show de alguém famoso.  Mas não, era o que já estava programado há 30 dias. O lançamento Global da Expo Favela, através da Expo Favela Paris, Lisboa e Nova York na praia da meta.

Foi uma noite que nunca irá terminar. Em dado momento da festa, a Maren Lau, vice-presidente regional da Meta na América Latina, interrompe o som e chama todo mundo para prestar atenção em um anúncio importante. Fala da nossa parceria de anos, sob o olhar atento de tantas personalidades importantes da indústria da comunicação do Brasil e do exterior. Ali eu tive a certeza de que eu era a surpresa, e não apenas uma apresentação relâmpago. Após este momento apoteótico, a diretora global chamou o diretor de Creative Shop da Meta, Theo Rocha, que entrou explicando quem sou eu, quem é a Cufa, quem é a Favela Holding, o que fazemos e a importância da Expo Favela para o Brasil e para o empreendedorismo da base da pirâmide.

E eu ali, ao lado do sócio Guilherme Pierri. Até que o Rocha apresenta um vídeo contando um pouco da nossa história.

Pronto, não faltava mais nada. Já poderíamos encerrar a noite, sob aplausos. Só que não. Fui chamado para falar e mandei meu recado, não sem antes trazer para a foto o bonde da FHolding que estava presente. Por fim, Maren e Theo me chamaram para subir uma taça de champanhe para a foto final como direito a muitos aplausos, abraços, e parabéns.  Foi histórico. Nem no melhor sonho eu poderia imaginar que essa viagem seria tão produtiva.

Queria escrever mais um pouco, mas não consigo. Estou morto e viajo daqui a pouco para Paris para fazer o lançamento oficial da Expo Favela de lá. E parece que os ingressos para a festa de lançamento estão esgotados. Preciso dormir. Mas antes, quero agradecer a todos da agência África que construíram essa ponte. Quero avisar também que ano que vem eu vou voltar para concorrer com vocês.

Acompanhe tudo sobre:FavelasESG de A a Z

Mais de ESG

Na Inglaterra, Celso Athayde conta sobre a Conferência Internacional das Favelas

Vibra capacita motoristas e frentistas em ação contra a exploração sexual de crianças e adolescentes

Por que no dia 17 de maio é celebrado o dia mundial da reciclagem?

Dia mundial da reciclagem: Onde descartar lixo reciclável em SP?

Mais na Exame