Acompanhe:

Depois de se comprometer com a contribuição de pífios US$ 17,5 milhões para o Fundos de Perdas e Danos, no primeiro dia da COP28, em Dubai, os Estados Unidos melhorar as cifras.

Neste sábado, 2, os Estados Unidos se comprometeram com a contribuição de US$ 3 bilhões para o Fundo Verde para o Clima. A declaração foi feita pela vice-presidente Kamala Harris, em Dubai.

Até agora, o fundo internacional de mais de US$ 20 bilhões de compromissos em contribuições, é o maior voltado ao apoio a ações climáticas nos países em desenvolvimento.

Harris disse ainda que os EUA estão no caminho certo para cumprir a meta do presidente Joe Biden de entregar US$ 11 bilhões em financiamento climático até 2024. O país diz estar trabalhando com parceiros internacionais para mobilizar financiamentos que atendam a urgência do problema.

O desembolso dos US$ 3 bilhões depende da aprovação pelo Congresso americano, muito dividido. Até então, os EUA haviam contribuído com US$ 2 bilhões.

Gota no oceano

Apesar do volume de contribuições parecer expressivo, ainda é muito menor do que o necessário. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), seriam necessários cerca de US$ 250 bilhões anualmente, até 2030, para que os países em desenvolvimento se adaptem ao aumento das temperaturas do planeta.

Durante o anúncio, Harris, que substitui o presidente Joe Biden no evento em Dubai, lembrou que os recursos são destinados à ajuda aos países em desenvolvimento para que invistam em “resiliência, energia limpa e soluções baseadas na natureza".

A vice-presidente elogiou a administração da qual faz parte ao citar que "os Estados Unidos transformaram a ambição em ação", destacando os bilhões de dólares em novos investimentos como parte da lei bipartidária das infraestruturas e da Lei de Redução da Inflação. Trata-se de uma referência a centenas de fábricas novas e ampliadas de painéis solares, turbinas eólicas, veículos elétricos e baterias, assim como a novos esforços para proteger habitats e comunidades de condições meteorológicas extremas provocadas pelo clima e da subida dos mares.

Em seu discurso, Harris citou ainda o greenwashing e o lobby para subsídios aos combustíveis fósseis como obstáculos aos avanços. "Perante a sua resistência, no contexto deste momento, temos de fazer mais", afirmou.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Aceleração econômica só é possível ao considerar mudanças climáticas, apontam especialista em Fórum
ESG

Aceleração econômica só é possível ao considerar mudanças climáticas, apontam especialista em Fórum

Há 4 horas

Secretária dos EUA parabeniza Haddad por reforma tributária 'realmente histórica'
Economia

Secretária dos EUA parabeniza Haddad por reforma tributária 'realmente histórica'

Há 8 horas

Texas ameaça fechar abrigo para migrantes e reforça o controle da fronteira com o México
Mundo

Texas ameaça fechar abrigo para migrantes e reforça o controle da fronteira com o México

Há 8 horas

Biden enfrenta voto de protesto por Gaza nas primárias do Michigan
Mundo

Biden enfrenta voto de protesto por Gaza nas primárias do Michigan

Há 9 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais