Apresentado por AMBIPAR

Corredor Sustentável: o projeto da Ambipar para reduzir as emissões de gás carbônico

Com essa iniciativa, a empresa pretende substituir 100% de sua frota logística por veículos movidos a combustíveis renováveis e fontes limpas até 2040
Corredor Sustentável: o projeto da Ambipar para reduzir as emissões de gás carbônico (Ambipar/Divulgação)
Corredor Sustentável: o projeto da Ambipar para reduzir as emissões de gás carbônico (Ambipar/Divulgação)
e
exame.solutions

Publicado em 18/11/2022 às 07:30.

Última atualização em 18/11/2022 às 11:39.

Multinacional líder em gestão ambiental, a Ambipar anunciou um passo importante rumo ao combate às mudanças climáticas. Trata-se do Projeto Corredor Sustentável, que marca a mudança da matriz energética de sua frota para fontes renováveis.

Com investimento inicial previsto de 30 milhões de reais, a iniciativa contempla a integração, à sua frota, de caminhões movidos a gás natural comprimido (GNC), um biocombustível proveniente da decomposição de materiais orgânicos.

Projeto Corredor Sustentável

O Projeto Corredor Sustentável é resultado de um estudo feito em 2021 pela Ambipar que identificou, por meio do inventário de emissões de gases de efeito estufa, que a atividade logística era uma grande fonte de emissões na companhia.

De lá para cá, a empresa revisitou sua estratégia de gestão para aumentar a eficiência da cadeia logística, melhorando processos, indicadores, ações para aperfeiçoamento da operação e adoção de novas tecnologias.

A meta é ousada: garantir que 100% da frota de veículos tenha matriz energética limpa até 2040. O projeto deve ainda ajudar a Ambipar a aumentar a participação dos serviços logísticos no alcance dos ODS 12 (Produção e Consumo Responsáveis) e 13 (Ação Climática), contribuindo para a ambição da companhia de reduzir em 50% suas emissões até 2030.

“Com a ajuda de nossos parceiros, vamos agir de forma consciente e eficiente e impulsionar uma grande transformação no setor logístico, além de gerar impacto positivo para o meio ambiente”, afirma Hélio José Branco Matias, diretor na Ambipar. “Queremos ampliar cada vez mais nossa agenda ESG, e o Corredor Sustentável chega para fortalecer esse propósito.”

As parcerias com a Dow e Scania

A Ambipar estima uma redução de 20% nas emissões de dióxido de carbono no primeiro ano de circulação dos novos caminhões do Projeto Corredor Sustentável.

Ronaldo Gewehr, diretor de logística para a América Latina da Dow, explica que os caminhões serão utilizados nas rotas de transporte entre as unidades da Dow, mas a expectativa é expandir o uso deles na entrega para clientes.

“A Dow possui metas de sustentabilidade que estão diretamente atreladas à redução das emissões de carbono. A parceria com a Ambipar é importante porque impacta diretamente as operações logísticas da empresa, que representam uma parte desafiadora de seu plano de descarbonização”, destaca Lorena Bruni, diretora de compras para a América Latina da Dow.

Silvio Munhoz, diretor-geral das operações comerciais da Scania Brasil, destaca que desde que a empresa assumiu o compromisso de liderar a transformação para um sistema de transporte mais sustentável, em 2016, tem buscado parceiros que estejam na mesma jornada.

“A Ambipar orgulhosamente é um deles e faz parte de um seleto grupo que grava seu nome na história do transporte de cargas com o propósito singular de reduzir a poluição do planeta e torná-lo menos dependente do diesel”, diz Munhoz. “A solução a gás da Scania é uma realidade viável no Brasil. Continuamos com metas ousadas e já vendemos mais de 600 unidades. O interesse cresce a cada dia.”