Esfera Brasil
Um conteúdo Esfera Brasil

Relatório da OCDE destaca utilização de inteligência artifical pela CGU

Ministro Vinicius de Carvalho se reuniu com diretora de Governança Pública da entidade internacional

Foco da plataforma é o aperfeiçoamento de políticas públicas pela ampliação do acesso a informações pelos servidores.  (Jose Cruz/Agência Brasil)

Foco da plataforma é o aperfeiçoamento de políticas públicas pela ampliação do acesso a informações pelos servidores. (Jose Cruz/Agência Brasil)

Esfera Brasil
Esfera Brasil

Plataforma de conteúdo

Publicado em 3 de maio de 2024 às 06h00.

A Controladoria-Geral da União (CGU) foi citada em relatório da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre a aplicação de ferramentas desenvolvidas por meio de inteligência artificial (IA) para aprimorar mecanismos de controle na administração pública.

Entre as funcionalidades do chat baseado em IA, o acesso a informações e relatórios do órgão passou a ser facilitado aos servidores, o que representa uma melhora na eficiência dos serviços prestados ao cidadão.

Ainda de acordo com a CGU, a plataforma passará a ter, em breve, formas para monitorar recomendações feitas pelos auditores, além do acompanhamento dos benefícios alcançados a partir das ações da Controladoria, com foco no aperfeiçoamento de políticas públicas.

Nesta semana, o ministro Vinícius de Carvalho e a secretária de Integridade Pública da CGU, Izabela Correa, receberam a diretora de Governança Pública da OCDE, Elsa Pilichowski, que enfatizou o trabalho realizado pelo governo brasileiro no enfrentamento da corrupção.

“O Brasil tem avançado com firmeza na adoção de práticas de governo aberto. Inclusive, em decorrência disso, sediaremos, pela primeira vez, um encontro internacional, com o envolvimento da OCDE, nesta temática: o ‘América Abierta’. Será uma oportunidade para compartilharmos e debatermos sobre práticas como transparência, acesso à informação, tecnologias cívicas, governo digital, accountability e integridade”, ressaltou Izabela.

ChaTCU

Em outro exemplo de aplicação de IA na administração pública, desde o ano passado, o Tribunal de Contas da União (TCU) tem utilizado o ChaTCU – ferramenta desenvolvida por meio da plataforma Microsoft Azure OpenAI Service – para apoiar a realização de tarefas internas, como pesquisas jurídicas e consultas administrativas.

De acordo com a OCDE, a criação e aplicação do ChaTCU é um exemplo prático sobre como a IA pode ser utilizada para melhorar a eficiência dos auditores. No mês passado, o TCU promoveu uma reunião com integrantes da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil para tratar da expansão do emprego desse tipo de mecanismo para auxiliar nas demandas dos tribunais de contas estaduais.

Acompanhe tudo sobre:OCDEInteligência artificialGoverno Lula

Mais de Esfera Brasil

Governo já trabalha nos sistemas para apuração e distribuição do IBS e da CBS

Brasil precisa de soluções integradas para infraestrutura resiliente

Otimista com economia, Tebet pede eficiência no gasto público: ‘Não há social sem fiscal’

Inteligência artificial é tema de encontro entre representantes do Brasil e Japão

Mais na Exame