Economia

Zona do euro: PMI composto sobe a 51,4 em abril, afirma S&P Global

Leituras acima da marca de 50 indicam expansão econômica e resultados inferiores a 50 sugerem contração

Zona do euro: setor de serviços e indústria está aquecido, mostra PMI (Yves Herman/Reuters)

Zona do euro: setor de serviços e indústria está aquecido, mostra PMI (Yves Herman/Reuters)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 23 de abril de 2024 às 09h46.

Última atualização em 23 de abril de 2024 às 12h00.

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, subiu de 50,3 em março para 51,4 em abril, atingindo o maior nível em 11 meses, segundo dados preliminares divulgados nesta terça-feira, 23, pela S&P Global em parceria com o Hamburg Commercial Bank.

O resultado superou a expectativa de analistas consultados pela FactSet, que previam aumento do PMI composto do bloco a 50,8 neste mês. Leituras acima da marca de 50 indicam expansão econômica e resultados inferiores a 50 sugerem contração.

Apenas o PMI de serviços da zona do euro avançou de 51,5 para 52,9 no mesmo período, também alcançando o maior patamar em 11 meses. O consenso da FactSet era de alta bem menor, a 51,8.

O PMI industrial do bloco, por outro lado, diminuiu de 46,1 em março para 45,6 em abril, o nível mais baixo em quatro meses. Neste caso, a previsão era de alta a 46,7.

PMI composto da Alemanha sobe a 50,5 em abril

O PMI composto da Alemanha subiu de 47,7 em março para 50,5 em abril, atingindo o maior nível em dez meses, segundo dados preliminares divulgados pela S&P Global em parceria com o Hamburg Commercial Bank.

Apenas o PMI de serviços alemão avançou de 50,1 para 53,3 no mesmo período, alcançando também o maior patamar em dez meses. O resultado superou a expectativa de analistas consultados pela FactSet, que previam avanço a 50,5 neste mês.

Já o PMI industrial da Alemanha aumentou de 41,9 em março para 42,2 em abril, mas ficou abaixo do consenso da FactSet, que era de alta a 42,7

Fora da zona do euro, PMI composto do Reino Unido sobe

O PMI composto do Reino Unido, que não faz parte da zona do euro mas está na Europa, subiu de 52,8 em março para 54 em abril, também atingindo o maior nível em 11 meses, segundo dados preliminares divulgados pela S&P Global em parceria com a CIPS.

O resultado surpreendeu analistas consultados pela FactSet, que previam leve baixa do PMI composto neste mês, a 52,5. Apenas o PMI de serviços do Reino Unido avançou de 53,1 para 54,9 no mesmo período, alcançando também o maior patamar em 11 meses e superando a previsão da FactSet, que era de baixa marginal a 53.

O PMI industrial britânico, por outro lado, caiu de 50,3 em março para 48 em abril. Neste caso, o consenso da FactSet era de ligeira redução a 50,2.

Acompanhe tudo sobre:PMI – Purchasing Managers’ IndexZona do EuroAlemanhaReino Unido

Mais de Economia

Governo está fazendo o dever de casa no Orçamento e persegue meta de inflação, diz Tebet

Às vésperas de assumir Petrobras, Magda se reúne na empresa para avaliar cenário

Lula sinaliza possibilidade de vetar projeto de taxação de compras na Shein e AliExpress

Não há problema em divisão do Copom, diz Diogo Guillen

Mais na Exame