Ticket Log: preço do litro da gasolina caiu 7,23% no fechamento de setembro

Com relação ao comportamento por região, o Sul registrou a gasolina mais barata do País, comercializada a R$ 5,05
A Paraíba registrou a maior redução para o preço do litro do etanol, de 18,59% (Bloomberg/Getty Images)
A Paraíba registrou a maior redução para o preço do litro do etanol, de 18,59% (Bloomberg/Getty Images)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 29/09/2022 às 20:10.

Levantamento da Ticket Log mostra que o preço do litro da gasolina fechou setembro em R$ 5,33, valor 7,23% menor se comparado ao fechamento de agosto, enquanto o etanol ficou 10 98% mais barato e encerrou o período a R$ 4,41.

"Somadas, as reduções ocorridas desde julho para o preço da gasolina representam 18% de economia para os motoristas brasileiros. No comparativo com um ano atrás, a redução média no País para esse combustível chega a 15%. O etanol, que vem apresentando queda no preço desde junho, já registra recuo acumulado de 26%, e de 18% em relação a setembro de 2021, de acordo com o último levantamento da Ticket Log", destaca Douglas Pina, diretor-geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil.

Com relação ao comportamento por região, o Sul registrou a gasolina mais barata do País, comercializada a R$ 5,05, porém, a baixa mais expressiva, em relação a agosto, foi identificado nos postos de abastecimento do Sudeste, onde o valor do combustível caiu 8,07% e passou de R$ 5,59 para R$ 5,13. Já o etanol mais barato foi encontrado nas bombas de abastecimento do Centro-Oeste, a R$ 3,71, e também com a maior redução entre as regiões, de 14,14%.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Na análise por Estado, o IPTL identificou que o Rio Grande do Norte teve o recuo mais expressivo ante o mês anterior para a gasolina, de 9,58%, que passou de R$ 5,72 para R$ 5,17. O Rio Grande do Sul ocupou o lugar que era de Goiás no início de setembro e registrou o menor preço médio para a gasolina no fechamento do mês, que foi encontrada a R$ 4,93. Roraima comercializou esse combustível pela média mais cara, a R$ 6,11.

A Paraíba registrou a maior redução para o preço do litro do etanol, de 18,59%, se comparado a agosto, e fechou setembro a R$ 4,06. Já a menor média para esse combustível foi encontrada no Mato Grosso, a R$ 3,37, com queda de 15,19%. Assim como para a gasolina, Roraima também registrou a média mais cara para o etanol, que foi comercializado a R$ 5,64.

No período, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás apresentaram o etanol como o combustível mais vantajoso para abastecimento.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados em 21 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo.

LEIA TAMBÉM:

Brasil tem deflação de -0,37% na prévia de setembro e acumulado vai a 7,96%

Índice Geral de Preços de Mercado cai 0,95% em setembro, diz FGV