Economia

Qual é a capital mais rica do país? Pesquisa usa Imposto de Renda para fazer ranking, confira

São Paulo perde posições e fica em quarto lugar, mostra estudo da FGV Social

FGV: Florianópolis é a capital brasileira mais rica do país desde 2019 (Evandro Badin/Getty Images)

FGV: Florianópolis é a capital brasileira mais rica do país desde 2019 (Evandro Badin/Getty Images)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 14 de fevereiro de 2023 às 13h11.

Com renda de R$ 4.215 por habitante, Florianópolis é a capital brasileira mais rica do país desde 2019. É o que aponta o estudo da FGV Social sobre os dados de rendimentos declarados no Imposto de Renda divididos pelo total da população.

A pesquisa mostrou onde a renda média da população é mais alta e mais baixa.

Veja o Ranking  das capitais do país

Florianópolis, SC (R$ 4.215)

Porto Alegre, RS (R$ 3.775)

Vitória, ES (R$ 3736);

São Paulo, SP (R$ 3.542)

Curitiba, PR (R$ 3.427)

Brasília, DF (R$ 3.148)

Belo Horizonte, MG (R$ 2.952)

Rio de Janeiro, RJ (R$ 2.947)

Cuiabá, MT (R$ 2.428)

Goiânia, GO (R$ 2.279)

Recife, PE (R$ 2.129)

Campo Grande, MS (R$ 1.996)

Palmas, TO (R$ 1.921)

Aracaju, SE (R$ 1.864)

João Pessoa, PB (R$ 1.672)

Natal, RN (R$ 1.563)

Salvador, BA (R$ 1.503)

São Luís, MA (R$ 1.393)

Teresina, PI (R$ 1.380)

Fortaleza, CE (R$ 1.374)

Belém, PA (R$ 1.337)

Maceió, AL (R$ 1.268)

Porto Velho, RO (R$ 1.252)

Boa Vista, RR (R$ 1.101)

Rio Branco, AC (R$ 1.064)

Manaus, AM (R$ 1.012)

Macapá, AP (R$ 980)

São Paulo, que ocupava a segunda posição em 2019, cai para quarta em 2020 e foi ultrapassada por Porto Alegre, que passa a ser a segunda mais rica e Vitória a terceira.

Acompanhe tudo sobre:economia-brasileiraFGV - Fundação Getúlio VargasRestituição do Imposto de Renda

Mais de Economia

Os bastidores do evento que reuniu lideranças em NY para debater os caminhos do Brasil

China promete manter fortalecimento da cooperação bilateral com o Irã, em reunião de ministros

Ativos do Sicoob crescem 25% e encerram 2023 em R$ 298,4 bilhões

BNDES anuncia crédito de R$ 500 mi a fornecedores de materiais e equipamentos para SUS

Mais na Exame