Economia

Presidente da Apas pede a governadores que não aumentem alíquotas do ICMS

Pedro Lopes enfatizou a dificuldade dos supermercados para preencherem as 30 mil vagas de empregos abertas no setor

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 13 de maio de 2024 às 15h44.

Última atualização em 13 de maio de 2024 às 16h39.

Tudo sobreICMS
Saiba mais

O presidente da Associação Paulista de Supermercados (Apas), Pedro Lopes, pediu nesta segunda-feira, 13, aos governadores que voltem atrás na intenção de elevar a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que abrangerá também o setor e, por consequência, os consumidores.

O ICMS é um imposto estadual e o pedido do presidente da Apas foi dirigido ao governador em exercício do estado de São Paulo, Felício Ramuth, presente à abertura da Apas Show, ao lado do vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, e do ministro do Empreendedorismo, Márcio França.

Lopes falou também sobre as dificuldades do setor e entre elas citou a dificuldade dos supermercados para preencherem as 30 mil vagas de empregos abertas no setor.

"Temos 30 mil vagas abertas no setor supermercadista e não conseguimos preenchê-las por causa da falta de qualificação e por questões sociais", disse Lopes.

Acompanhe tudo sobre:ICMSConsumoInflação

Mais de Economia

Em 4 anos, rotas de integração vão ligar Brasil à Ásia, prevê Tebet

Anatel poderá retirar do ar sites de e-commerce por venda de celulares irregulares

Carteira assinada avança, e número de trabalhadores por conta própria com CNPJ recua

Em 2023, emprego foi recorde e número de trabalhadores com ensino superior chegou a 23,1%

Mais na Exame