Economia

Preço da gasolina em postos caiu 0,3% na semana passada, aponta ANP

O recuo aconteceu após a Petrobras realizar cortes importantes no preço da gasolina nas suas refinarias nas últimas semanas

Gasolina: apesar do corte da Petrobras nas refinarias, repasse dos reajustes aos consumidores depende de distribuidores, revendedores e impostos (FeelPic/Getty Images)

Gasolina: apesar do corte da Petrobras nas refinarias, repasse dos reajustes aos consumidores depende de distribuidores, revendedores e impostos (FeelPic/Getty Images)

R

Reuters

Publicado em 5 de novembro de 2018 às 21h05.

Última atualização em 5 de novembro de 2018 às 21h11.

Rio de Janeiro - O preço médio da gasolina nos postos no Brasil caiu 0,3 por cento na semana passada ante a semana anterior, para 4,709 reais por litro, mostraram dados publicados nesta segunda-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O recuo aconteceu após a Petrobras realizar cortes importantes no preço da gasolina nas suas refinarias nas últimas semanas. Em 31 de outubro, a empresa cortou o preço médio da gasolina nas refinarias em 6,2%. O repasse dos reajustes da Petrobras aos consumidores depende de distribuidores, revendedores, impostos, além da mistura obrigatória de etanol anidro na composição da gasolina vendida nos postos.

O etanol hidratado, concorrente da gasolina nas bombas, teve média de 2,975 reais por litro na semana passada, queda de 0,27 por cento em relação à semana anterior, segundos os dados da ANP.

O preço médio do diesel, combustível mais consumido do Brasil, atingiu 3,719 reais por litro, queda de 0,05 por cento, na comparação com o período anterior. A leve queda ocorre após a Petrobras ter anunciado uma redução de 10,1 por cento nos preços do diesel para o período entre 30 de outubro e 28 de novembro, ante o mês anterior, devido a ajuste mensal do programa de subsídio ao combustível.

Com o programa, lançado em junho, como resposta à greve histórica de caminhoneiros, a petroleira deve praticar o preço do diesel dentro de limite máximo estabelecido pelo governo, contando com ressarcimento pelo governo de até 30 centavos por litro. O preço de referência é ajustado a cada mês.

Acompanhe tudo sobre:CombustíveisGás e combustíveisGasolinapostos-de-gasolinaPreços

Mais de Economia

China anuncia investigação antidumping sobre produtos químicos importados da UE e dos EUA

Após pedido do governo, Zanin suspende liminar que reonera a folha de pagamentos por 60 dias

Haddad: governo anuncia na próxima semana medidas sobre impacto e compensação da desoneração

Fiergs pede ao governo Lula flexibilização trabalhista e novas linhas de crédito ao RS

Mais na Exame