Economia

Petróleo deve ficar em média de US$81,06 em 2010

Londres - O preço do petróleo negociado nos Estados Unidos deve ficar em uma média de 81,06 dólares por barril em 2010, segundo pesquisa da Reuters divulgada na segunda-feira, num momento em que analistas anteveem uma forte demanda nos países emergentes, especialmente a China. A pesquisa com 30 analistas mostrou um consenso de alta pelo […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 26 de abril de 2010 às 12h02.

Londres - O preço do petróleo negociado nos Estados Unidos deve ficar em uma média de 81,06 dólares por barril em 2010, segundo pesquisa da Reuters divulgada na segunda-feira, num momento em que analistas anteveem uma forte demanda nos países emergentes, especialmente a China.

A pesquisa com 30 analistas mostrou um consenso de alta pelo 12o mês consecutivo. Em abril de 2009, a previsão para 2010 era do petróleo a 65,95 dólares por barril. Em março, a estimativa para o final do ano era de 78,91 dólares.

"A recuperação no petróleo bruto ocorre num momento em que os juros baixos e a ampla liquidez continuam a fazer das commodities alternativas de investimento atraentes", disse Thorsten Fischer, do Royal Bank of Scotland, que elevou de 74,80 para 79,90 dólares a sua previsão para o fim do ano.

"A China também registrou um crescimento alto e um fortalecimento da atividade doméstica. As expectativas de um maior crescimento alimentam a corrida, embora o estoque continue cheio e a demanda real ainda não tenha decolado notavelmente."

A China teve crescimento de 11,9 por cento no primeiro trimestre deste ano em relação ao ano anterior, superando as expectativas. As empresas petrolíferas chinesas ampliaram em março o seu estoque para um total de 28,54 milhões de toneladas do produto, 1,2 por cento a mais do que em fevereiro, ou o equivalente a 50 dias de importações.

Eugen Weinberg, analista do Commerzbank, previu que o preço deve sofrer uma ligeira queda, refletindo a maior oferta para atender à demanda. Segundo ele, o preço do barril deve cair de 71 dólares para 65 dólares no terceiro trimestre, voltando a 71 dólares no final do ano.

"O aumento na demanda por petróleo ainda está vindo quase exclusivamente de países emergentes, especialmente a China", afirmou ele.

No curto prazo, a expectativa para o segundo trimestre é do petróleo a 80,20 dólares no mercado dos EUA. Na pesquisa anterior, era de 77,15 dólares.

Os preços do petróleo têm sido negociados entre uma máxima de 87,09 dólares a a mínima de 80,53 dólares em abril. Em março, o petróleo chegou a alcançar 78,57 dólares.

Leia mais notícias sobre petróleo 

Acompanhe tudo sobre:CommoditiesEnergiaPetróleoPreços

Mais de Economia

Alckmin pede que deputados retirem taxação de importados do Mover

Como funciona o voo de 25 horas que liga São Paulo a Pequim

BNDES está discutindo com a Fazenda linha especial para reconstrução do RS, diz Barbosa

Boletim Focus: mercado consolida desancoragem de expectativas de inflação e espera juros mais altos

Mais na Exame