Paraná nega interesse em venda de ações de Copel e Sanepar

O governo negou que tenha intenção de vender ações da companhia de energia Copel e da companhia de água Sanepar

Rio de Janeiro - O governador do Paraná, Beto Richa, negou nesta terça-feira que o Estado tenha intenção de vender ações da companhia de energia Copel e da companhia de água Sanepar, apesar de notícia publicada mais cedo em que o secretário da Fazenda paranaense afirma estar estudando vender participações nas duas estatais.

"Não autorizei e não discuti esse assunto com ninguém", disse Richa, segundo a agência de notícias oficial do Paraná.

"Respeito a opinião pessoal do secretário da Fazenda, mas discordo dele e nunca tratei disso com ele. Não é o que eu penso. Há outras alternativas para ter recursos para novos investimentos no Paraná", acrescentou o governador.

As ações da Copel fecharam em alta de mais de 2 por cento nesta terça-feira, enquanto o papel da Sanepar teve valorização de 0,2 por cento. O Ibovespa fechou em queda de mais de 1 por cento.

Segundo entrevista publicada pelo jornal Valor Econômico, o secretário da Fazenda do Estado do Paraná, Mauro Ricardo Machado da Costa, disse que a venda das participações "pode ocorrer este ano, dependendo das condições do mercado". Ele se referiu as ações "do excedente do controle" do Estado, segundo o jornal.

Richa afirmou que "continua intacto o meu compromisso de manter o Estado no controle acionário da Copel e da Sanepar". O governo paranaense tem 58 por cento das ações ordinárias da Copel enquanto a fatia na Sanepar é de 74 por cento das ON, segundo a agência.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.